Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

A Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) aprovou, na terça-feira (24), a isenção de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) para a importação do medicamento Zolgensma, que é utilizado no tratamento da Atrofia Muscular Espinhal (AME).

 “Só há um laboratório no mundo que produz esse remédio e custa cerca de R$ 12 milhões. Com a isenção, o custo do medicamento deve ser reduzido em aproximadamente R$ 2 milhões. É uma iniciativa do governador Ratinho Junior que foi encaminhada para a Assembleia e nós deputados votamos a favor do decreto”, explicou o vice-líder do Governo, o deputado estadual Cobra Repórter (PSD).

O projeto de decreto legislativo 27/2020, assinado pela Comissão Executiva da Casa, homologa o Decreto nº 6155, de 16 de novembro de 2020, expedido pelo governador Ratinho Junior, que isenta do imposto todas as operações com a medicação. O texto foi aprovado em primeiro e em segundo turnos nas sessões remotas plenárias e já foi promulgado pelo presidente Poder Legislativo, deputado Ademar Traiano (PSDB).

A medida, segundo o Poder Executivo, reflete decisão do governo federal, que zerou o imposto de importação do medicamento, e da inclusão do produto no registro da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A isenção foi aprovada pelo Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz) na reunião mensal de setembro, por meio do Convênio 80/2020 – que abrange também outros 12 estados.

Meire Bicudo e Veruska Barison/Asimp

#JornalUnião

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.