Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

A cidade de Apucarana vai sediar no dia 7 de agosto a Terceira Audiência Pública do Plano de Desenvolvimento Regional Sustentável da Metrópole Paraná Norte. O projeto é do Governo do Paraná com o apoio do Banco Mundial e visa o desenvolvimento de um grande corredor de 15 municípios situados ao longo das BR-369 e BR-376, concentrados em uma área de 6.225 quilômetros quadrados e 1,5 milhão de habitantes.

O evento começa às 18h30, no auditório do Senac (Rua Gastão Vidigal, 185 – Apucarana – Paraná), e serão apresentados os cenários elaborados pelos técnicos do consórcio responsável pela elaboração do plano.

A construção dos cenários se baseia em uma ferramenta de planejamento que considera as atuais tendências e influências possíveis para a região, para auxiliar na tomada de decisões estratégicas e alcançar os objetivos no médio e longo prazos.

Os cenários foram construídos a partir de um jogo de simulação socioambiental, em que o consórcio valeu-se do lúdico e colocou os participantes na condição de informantes qualificados, dispostos a vivenciar uma situação e tomar decisões de interesse individual e coletivo.

Essas decisões dizem respeito ao desenvolvimento sustentável e interesses regionais de desenvolvimento. Os cenários vislumbram as dimensões econômica, ambiental, territorial, demográfica, logística e urbanística e foram discutidos em oficina técnica em julho.

As informações contidas no Relatório de Construção de Cenários estão disponíveis para consulta no site do Plano da Metrópole Paraná Norte (https://www.metropoleprnorte.com.br/relatorios).

Na audiência pública, a comunidade poderá contribuir para aprimorar o documento e, por isso, é importante acessar o conteúdo dos relatórios. A audiência pública selará a terceira etapa da elaboração do Plano da Metrópole Paraná Norte.

O trabalho entra agora na quarta etapa, com a formulação e detalhamento dos planos, programas, projetos e ações prioritárias para o curto, médio e longo prazos, hierarquizados por prazos de execução, acompanhados de propostas orçamentárias, cronogramas físicos e indicação preliminar de fontes de recursos que permitam sua implementação.

Asimp/Senac

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios