Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Dados do Core-PR indicam recuperação do mercado e uma maior aposta das empresas na economia

Entre janeiro e outubro de 2021, o Conselho Regional dos Representantes Comerciais no Estado do Paraná (Core-PR) teve um aumento de 18% no número de novas solicitações de registro em relação a 2020. Já o número de cancelamentos de inscrições junto ao Conselho teve uma queda de 52% no mesmo período. Os dados  indicam uma recuperação do mercado e uma maior aposta das empresas na economia, gerando novas oportunidades para esses profissionais.

De acordo com Paulo César Nauiack, diretor-presidente do Core-PR, é possível notar, como consequência do aumento no número de inscritos, uma movimentação maior do mercado. “As empresas perceberam que a substituição de custos fixos por custos variáveis é muito positiva e rentável para os negócios. O representante comercial significa um custo variável, ao contrário de um vendedor direto e das equipes de vendas diretas, por exemplo. Então, as empresas estão se apoderando dessa diferença", explica.

Para Edmilson Lacerda, gerente nacional de vendas da Cimensul, empresa que atua há 10 anos no Paraná e em Santa Catarina, a contratação de representantes comerciais é estratégica, pois, além de representar um custo variável dentro da estrutura, o terceirizado agrega muito pelo conhecimento da região, de clientes e do mercado, fazendo com que o crescimento das vendas seja acelerado. "Estamos buscando profissionais para regiões com alto potencial, tais como Nordeste do Paraná e Campos Gerais, isso já pensando no crescimento projetado para 2022", conta.

Conforme revelam os dados apurados pelo Core-PR, a capital teve o maior número de novas inscrições, seguida das regionais de Cascavel, Londrina, Ponta Grossa e Maringá, todas com mais de 100 novos representantes.

Um ponto extremamente relevante, segundo o diretor-presidente do Core-PR, é que o custo que as empresas tinham com o deslocamento dos representantes diminuiu e isso teve um impacto positivo para impulsionar as novas contratações. "O que chamamos de custo estrada é relevante, pois antes o representante perdia horas de um dia dirigindo. Depois da pandemia, percebemos que muitas coisas podem ser resolvidas por meio das reuniões online, otimizando o tempo e os custos", esclarece Paulo.

Para Ricardo Saidel, responsável pelo lançamento no Brasil da marca de lubrificantes Super Lube, o trabalho do representante comercial é de suma importância. "É ele quem vai sustentar toda a operação comercial, já que o orçamento da empresa vai funcionar em cima do trabalho dessa pessoa". A empresa está em busca de representantes no estado do Paraná. "Esperamos encontrar profissionais que tenham conhecimento de mercado, que sejam perspicazes, organizados, dedicados e que tenham vontade de aprender sobre os produtos que nós queremos lançar", revela.

O Core-PR acompanha de perto as movimentações do mercado a fim de orientar e dar suporte aos representantes comerciais que atuam no estado. “Além de divulgar oportunidades para os representantes, o Conselho também disponibiliza modelos de contratos e presta assessoria jurídica aos interessados”, explica Paulo Nauiack.

Para atuar como representante comercial, basta fazer a inscrição no Core, pagar a anuidade correspondente e seguir o que determina o Código de Ética do Conselho. Mais informações estão disponíveis no site www.corepr.org.br.

Caroline Veiga/Asimp

#JornalUnião

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.