Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Foi aprovado na segunda (29), em primeira votação, o projeto de lei de nº 499/2017, que estende aos idosos em situação de violência doméstica e familiar, o direito ao chamado “botão do pânico”. O projeto é de autoria do deputado estadual Cobra Repórter (PSD) e do ex-deputado estadual Ney Leprevost, hoje, Secretário da Justiça, Família e Trabalho, e altera a lei atual que prevê o dispositivo apenas para as mulheres em condição de risco.

“Nossa proposta foi aprovada em primeira discussão por 45 votos favoráveis. O botão vai ajudar em muito idosos indefesos que sofrem com violência doméstica e familiar. Isso é um avanço", afirmou o deputado que é presidente da Comissão de Defesa dos Direitos da Criança, dos Adolescentes, dos Idosos e das Pessoas com Deficiência (Criai).

Cobra Repórter avalia que muito em breve a lei já deverá estar em vigor para inibir os casos de violência contra os idosos.

Meire Bicudo/Asimp

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios