Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), da Assembleia Legislativa do Paraná, aprovou durante a reunião que realizada ontem (11), a concessão do título de Cidadania Honorária do Paraná ao empresário catarinense Luciano Hang, dono da rede de lojas de departamentos Havan.

O projeto de lei 393/2019, é de autoria do deputado Cobra Repórter (PSD), já havia recebido parecer favorável do relator, deputado Delegado Jacovós (PL), no final do ano passado, mas um pedido de vistas adiou a votação. Na reunião de hoje o relatório foi apoiado pelos deputados Paulo Litro (PSDB), Hussein Bakri (PSD), Cristina Silvestri (CDN), Homero Marchese (PROS), Maria Victoria (PP) e Tiago Amaral (PSB). O projeto agora será analisado por outras Comissões permanentes e, posteriormente, votado em Plenário.

Para o deputado Cobra Repórter, a aprovação do projeto na CCJ é um reconhecimento aos empresários que investem no Paraná. "Hang começou pequeno e  não parou de investir e o Paraná foi um dos estados escolhidos por ele. Hoje são 30 lojas gerando centenas emprego, gerando renda e impostos para o nosso estado", ressalta.

O deputado destaca ainda que a proposta está bem baseada, calçada em um amplo relato das atividades do empresário. "Mesmo quem não concorda com o projeto reconhece o empreendedorismo de Luciano Hang, que começou com apenas uma lojinha em 1986  e hoje já tem 140 lojas, com a meta de chegar a 200 até 2022.

"Avalio que a proposta deva ser aprovada com tranquilidade nas demais comissões e no plenário. É muito importante reconhecer e enaltecer os empresários que investem no nosso Estado. Luciano Hang é apenas um deles, mas todos devem se sentir homenageados com este título que queremos dedicar ao Hang, um símbolo do empreendedorismo", finaliza Cobra Repórter.

Votaram contra os deputados Tadeu Veneri (PT) e Tião Medeiros (PTB); enquanto os deputados Nelson Justus (DEM), Evandro Araújo (PSC) e Marcio Pacheco (PDT) se abstiveram de votar. O deputado Delegado Francischini (PSL), presidente da Comissão, não vota.
Meire Bicudo/Asimp

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios