Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

“O agronegócio é um setor expressivo no Paraná, registra altas na exportação e tem gerado empregos mesmo durante essa pandemia. Tendo isso em vista, a Assembleia e o Governo do Estado fizeram um acordo para manter a Tarifa Rural Noturna e eu apoiei! A Tarifa beneficia mais de 11 mil produtores com um desconto de 60% na conta da energia consumida entre 21h30 e 6 horas”, destacou o deputado estadual Cobra Repórter (PSD), vice-líder do Governo. 

A Assembleia Legislativa do Paraná (Alep) e o Governo do Estado vão fazer um aporte aos beneficiários do programa pelos próximos dois anos: a Alep repassará R$ 20 milhões e o Executivo outros R$ 20 milhões por ano.

“Vitória desta Casa, de todos os deputados, estamos dando contribuição e grande avanço ao Paraná, especialmente àqueles que geram riqueza ao nosso estado, os agricultores”, disse o presidente do Legislativo, deputado Ademar Traiano (PSDB).

O anúncio foi feito durante a sessão plenária remota desta terça-feira (08) em meio à primeira discussão do projeto de lei 657/2020 do Poder Executivo, que prevê a criação do Programa Paraná Energia Rural Renovável com apoio à geração de eletricidade por biogás e biometano e a revogação da lei que criou o programa Tarifa Rural Noturna.

O tema foi discutido e aprovado por diversos parlamentares para que os custos sejam repartidos pelo Poder Executivo e a Assembleia Legislativa para a manutenção da Tarifa Noturna Rural. Uma emenda modificativa revoga a extinção do programa será feita ao projeto de lei em discussão na Alep.

Atualmente, o Governo do Estado subsidia R$ 4 milhões por mês com o programa. No entanto, devido a restrições orçamentárias e também legais impostas pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), o projeto de lei 657/2020 previa o fim do programa e, ao mesmo tempo, a criação do Paraná Energia Rural Renovável, que irá oferecer financiamento a juros baixos para os agropecuaristas gerarem energia própria a partir de fontes renováveis (biomassa, vento, água, sol).

Meire Bicudo e Veruska Barison/Asimp

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.