Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

 “Os artesãos estão também seriamente sendo afetados pela crise do novo coronavírus, por causa do impacto da ausência das feiras. O requerimento que apresentei no último dia 02/05, na Assembleia Legislativa do Paraná, é solicitando, ao Governo do Estado, a liberação controlada das atividades para as feiras de artesanato, mas somente para aquelas tendas e barracas certificadas pelo Estado, como Área De Probabilidade Reduzida De Contaminação”, explicou o deputado estadual Cobra Repórter (PSD).

O deputado justifica no requerimento que, para a volta do funcionamento, será necessário cumprir todos os requisitos impostos pela legislação federal, por intermédio do Ministério da Saúde, pela legislação estadual, em especial, emanados da secretaria estadual de Saúde e do Comitê de Gestão da Crise e, também, por todas as legislações do âmbito municipal.

 “O requerimento também determina o uso obrigatório de máscaras nos locais, além de outras medidas para evitar a disseminação do novo coronavírus, tais como: disponibilização de recipientes de álcool em gel para clientes, distanciamento mínimo entre as pessoas, higienização de mesas e cadeiras e a recomendação para que feirantes com idade acima de 60 anos e pertencentes ao grupo de risco não exerçam as atividades. Desta forma, o Estado poderia expedir um certificado de Área De Probabilidade Reduzida De Contaminação, permitindo o retorno destas atividades culturais”, destacou o deputado.

Veruska Barison/Asimp

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios