Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

 “Os artesãos estão também seriamente sendo afetados pela crise do novo coronavírus, por causa do impacto da ausência das feiras. O requerimento que apresentei no último dia 02/05, na Assembleia Legislativa do Paraná, é solicitando, ao Governo do Estado, a liberação controlada das atividades para as feiras de artesanato, mas somente para aquelas tendas e barracas certificadas pelo Estado, como Área De Probabilidade Reduzida De Contaminação”, explicou o deputado estadual Cobra Repórter (PSD).

O deputado justifica no requerimento que, para a volta do funcionamento, será necessário cumprir todos os requisitos impostos pela legislação federal, por intermédio do Ministério da Saúde, pela legislação estadual, em especial, emanados da secretaria estadual de Saúde e do Comitê de Gestão da Crise e, também, por todas as legislações do âmbito municipal.

 “O requerimento também determina o uso obrigatório de máscaras nos locais, além de outras medidas para evitar a disseminação do novo coronavírus, tais como: disponibilização de recipientes de álcool em gel para clientes, distanciamento mínimo entre as pessoas, higienização de mesas e cadeiras e a recomendação para que feirantes com idade acima de 60 anos e pertencentes ao grupo de risco não exerçam as atividades. Desta forma, o Estado poderia expedir um certificado de Área De Probabilidade Reduzida De Contaminação, permitindo o retorno destas atividades culturais”, destacou o deputado.

Veruska Barison/Asimp

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.