Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

A 19ª Promotoria de Justiça de Londrina, no Norte-Central paranaense, ofereceu denúncia contra o diretor-geral do Instituto de Criminalística do Paraná por depósito não autorizado de armas de fogo (de uso permitido e restrito), posse de artefato explosivo em desacordo com a determinação legal e sonegação de autos de inquéritos policiais. Os crimes, denunciados à 5ª Vara Criminal de Londrina em 17 de novembro, foram constatados após o cumprimento de mandado de busca e apreensão no prédio do Instituto de Criminalística daquela cidade, no dia 5 de agosto.

Também estão sob investigação do Ministério Público fatos relacionados aos demais documentos e objetos apreendidos no Instituto, que, por decisão da Promotoria, foram reunidos em procedimento distinto, para o melhor andamento de toda a operação. As apreensões foram feitas durante operação que contou com o apoio do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do MP-PR, em investigação sobre a suspeita da existência de perícias engavetadas no Instituto de Criminalística do Paraná.

COM/MP-PR

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios


Notice: Undefined variable: usuario_tk in /var/www/vhosts/jornaluniao.com.br/httpdocs/widget_footer.php on line 245
NULL