Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

O secretário estadual da Saúde, Antônio Carlos Nardi, reforçou na terça-feira (20), em Maringá, o compromisso do Governo do Estado com os 399 municípios. A reunião mensal da Comissão Intergestores Bipartite, instância estadual de pactuação do SUS do Paraná, antecedeu a abertura do 34º Congresso das Secretarias Municipais de Saúde do Paraná.

Nardi assinou resolução que destina R$ 3,5 milhões para que os conselhos municipais de Saúde apliquem no fortalecimento do controle social. As prefeituras que aderiram ao programa estadual de apoio aos Conselhos poderão usar os recursos para despesas de custeio e de capital, inclusive para a promoção das conferências municipais.

O presidente do Conselho Estadual de Saúde, Rangel da Silva, assinou o documento com a presidente do Cosems-PR, Cristiane Pantaleão. “Esse apoio é fundamental para que os conselhos possam realizar suas reuniões mensais, para a aquisição de equipamentos para a sede municipal e inclusive para custear o deslocamento de conselheiros para a conferência estadual”, disse Rangel.

Médicos Cubanos

O secretário Antônio Carlos Nardi falou sobre o encerramento do contrato dos médicos cubanos no programa Mais Médicos e do novo edital do Ministério da Saúde para substituir os profissionais que deixam o país.

“Estamos acompanhando o desenrolar da situação do Programa Mais Médicos apoiando os municípios para que possam substituir os profissionais que serão desligados. Com os novos editais publicados pelo Ministério da Saúde esperamos que esses profissionais sejam rapidamente substituídos para evitar desassistência nas Unidades Básicas de Saúde”, disse Nardi.

O Paraná conta com o trabalho de 933 médicos do programa federal, sendo 458 cubanos distribuídos por 187 municípios e dois distritos sanitários indígenas. O Mais Médicos é uma parceria entre o Governo Federal e os municípios, sendo que a função do Estado é apoiar a logística do programa, recebendo os médicos e encaminhando-os aos municípios em que se instalarão, em parceria com o Conselho Estadual de Secretarias Municipais de Saúde (Cosems-PR).

Segundo o secretário, com relação ao retorno dos profissionais, o Governo do Estado recebeu comunicado oficial do Governo Federal com a lista do primeiro grupo que deixará o Paraná no dia 25. Serão 44 profissionais de municípios variados e que poderão ser repostos com a nova fase do programa. Ele informou que o retorno dos médicos a Cuba será custeado pela Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS), parceira do programa com o Ministério da Saúde.

AEN

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios


Notice: Undefined variable: usuario_tk in /var/www/vhosts/jornaluniao.com.br/httpdocs/widget_footer.php on line 245
NULL