Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

O governador Carlos Massa Ratinho Junior esteve ontem (17) na Apae de Maringá para conhecer as instalações e as atividades desenvolvidas no local. Acompanhado do secretário de Estado da Educação, Renato Feder, e do presidente da Federação das APAEs do do Paraná, Fernando Meneguetti, Ratinho Junior conheceu os projetos que atendem, mensalmente, 1.068 pessoas com deficiência. “É um trabalho importante, fundamental, pois possibilita aos alunos o acesso à educação de qualidade e ao acompanhamento que eles precisam”, afirmou o governador.

No encontro, foi abordada a questão da renovação do convênio com instituições educacionais do ensino especial, que atende mais de 40 mil estudantes em todo o estado. O atual termo de colaboração tem validade até o final de julho e, segundo o secretário Renato Feder, deverá ser renovado por dois anos. “Vamos dar continuidade ao convênio com as entidades e o objetivo é ampliar o apoio”, disse o secretário.

De acordo com Fernando Meneghetti, que também é o presidente da Apae de Maringá, a renovação do convênio é vital para as instituições. “O maior volume de recurso que recebemos é do Governo do Estado, por meio da Secretaria da Educação”, afirmou. “O diálogo está acontecendo, o Estado está disposto a continuar, o governador quer apoiar o trabalho, que é uma referência para o país”, destacou.

Maringá

Criada em dezembro de 1963, a APAE de Maringá é a terceira mais antiga do Paraná e a primeira do Estado em número de atendimentos. Nela, pessoas com deficiência intelectual e deficiência múltipla recebem atendimento em duas escolas, que abrigam um total de 583 alunos, além de inúmeros projetos que a instituição é mantenedora.

A escola Diogo Zuliane atende crianças e jovens de zero a 15 anos, com educação infantil e ensino fundamental. Já a escola Reinaldo Rheder Ferreira recebe alunos a partir dos 16 anos e sem limite de idade - o mais velho hoje tem 73 anos.

O espaço onde funcionam as escolas e os projetos da APAE de Maringá tem um alqueire e meio, e 11 blocos para as atividades. Por meio de parceria com outras instituições são ofertadas ações nas áreas de saúde, assistência social, cultura, esporte e encaminhamento ao mercado de trabalho.

Inauguração de CMEI

O governador Carlos Massa Ratinho Junior também inaugurou ontem (17) o CMEI José Prestes Neto, no Jardim Alvorada, em Maringá. O prédio de 3 mil metros quadrados tem capacidade para até 500 alunos do berçário ao 5° ano.

Segundo o governador, a inauguração da escola serviu para conhecer boas práticas na educação de Maringá, cidade referência no Estado nessa área. “Queria conhecer cases de sucesso, coisas que estão indo bem, durante essa interiorização do Governo. Junto com o prefeito Ulisses Maia, conheci a Apae, um espetáculo, trabalho maravilhoso, e um complexo como esse CMEI, muito bem projetado”, destacou.

“Num País de obras inacabadas, quando há qualidade e atenção, preocupação com acessibilidade e um ambiente tranquilo para as crianças, é necessário prestigiar. Quero replicar esse modelo de atenção e estrutura em outras cidades do Paraná”, afirmou o governador.

A escola conta com secretaria, direção, sala de supervisão, sala de orientação educacional e sala de professores. Já o setor pedagógico tem biblioteca, brinquedoteca, sala multiuso e sala de estimulação psicomotora e pátio descoberto com playground. O setor de apoio contempla lactário, refeitório, sala de amamentação, sanitários, cozinha, depósito de alimento, de material de limpeza e sala de descanso.

Mas o principal diferencial do CMEI é a sala de estimulação essencial para alunos que têm dificuldades motoras ou autismo. “Com essa sala, nós podemos atender toda a região e os outros CMEIs que também contam com crianças com algumas dificuldades”, afirmou Rosângela da Silva Toppa, diretora da escola. 

A nova unidade custou cerca de R$ 8 milhões e também permitiu à Prefeitura diminuir a lista de espera por vagas, que atualmente está em cerca de mil alunos. A antiga creche do Jardim Alvorada tinha apenas sete turmas, e a nova terá treze.

AEN

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios