Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

“A vergonha e o desrespeito continuam nas agências bancárias da Caixa Econômica Federal em virtude do recebimento do auxílio emergencial, em especial, no interior do Paraná. Recebi denúncias da cidade de Rolândia desta vez: aglomeração de pessoas e um prenúncio de disseminação do coronavírus! Fotos recentes mostram o desrespeito e vou reiterar às autoridades competentes meus pedidos de providências”, lamentou o deputado Cobra Repórter (PSD).

Entidades como Procon, Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Associação Comercial e Industrial de Rolândia (Acir) e Ministério Público Federal também receberam a denúncia.

O deputado estadual Cobra Repórter, vice-líder do Governo, tem acompanhado a situação desde o início da pandemia do novo coronavírus. Ele apresentou requerimentos, na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep), solicitando providências urgentes no sentido de promover a organização das vergonhosas filas existentes.

O primeiro requerimento foi no mês de maio e solicitava o distanciamento de no mínimo 2 metros entre uma pessoa e outra, mais atendentes nos caixas, a devida fiscalização do Procon e também sobre o tempo de espera em fila de no máximo 30 minutos multando a instituição na inobservância da Lei nº 13.400/2001. Em um outro requerimento, o deputado solicitou o apoio dos militares para a organização das filas.

Meire Bicudo e Veruska Barison/Asimp

#JornalUnião

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.