Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Três anos depois do primeiro LexGeo, Aprogeo traz novas legislações e seus impactos para análise dos profissionais

Discutir as atuais legislações que impactam os trabalhos na área de Geociências e propor sugestões e orientações para os legisladores é o objetivo do Fórum LexGEO 2.0. O evento acontece nos próximos dias 1 e 2 de dezembro, com transmissão on-line e gratuita, pelo canal do Youtube e Facebook da Associação dos Profissionais Geógrafos do Estado do Paraná (Aprogeo-PR), promotora do fórum em parceria com o Conselho Regional de Engenharia, Agronomia e Geociências do Estado do Paraná (CREA-PR). No total, serão realizadas oito palestras, cada uma com 45 minutos de duração e outros 15 minutos de interação dos participantes através de chats. O patrocínio é do CREA-PR, com apoio do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea), Mutua - Caixa de Assistência dos Profissionais dos Creas  (Mutua-PR), Blog AnáliseGeo e demais parceiros.

Segundo o presidente da Aprogeo-PR, Jorge Luís Oliveira Campelo, a maior parte das atividades das Geociências estão condicionadas a leis específicas. “E nem sempre essas leis são adequadas porque não são os profissionais nem técnicos que as criam. Precisamos trazer o tema à discussão e elaborar proposições que vão orientar os legisladores na hora de construir essa legislação. O evento nasceu para discutir o que existe, como funciona e como deveria ser”, explica. Esse é o segundo fórum do tipo realizado pela Aprogeo-PR. O primeiro aconteceu em 2018 e foi presencial, com transmissão ao vivo pelo Facebook.

Para o presidente do Crea-PR, Ricardo Rocha de Oliveira, o Fórum LexGEO 2.0 é um movimento importantíssimo, proposto pela Aprogeo, porque mostra o engajamento e o compromisso dos profissionais das geociências com o destino que querem para sua profissão. “A proposta de discutir legislações e sugestões para o legislativo paranaense revela o quanto esta é uma área com apurado senso crítico, atenta às mudanças no universo do trabalho e, por isso, com uma longa trajetória pela frente. O Crea-PR apoia e incentiva iniciativas como essa, que fomentam a formação de opinião dos profissionais em cenários que impactam a sociedade", afirma.

No fórum estão programadas as palestras e debates sobre Ética Profissional, os impactos sobre Lei Geral de Proteção de Dados nas atividades de engenheira e Geociências e da Lei do Georreferenciamento dos Imóveis Rurais; e a legalidade e importância da Regularização Ambiental e Fundiária. Além disso, serão debatidos temas como Geociências e Segurança Pública, o Programa Federal de Pagamento por Serviços Ambientais e a ética à frente das novas legislações. Também será apresentado o case do Corpo de Bombeiros de Florianópolis, com o tema: Tecnologia x planejamento tático e estratégico: Quando a lei ajuda ou atrapalha.

As proposições que surgirem nas interações serão anotadas em um documento eletrônico, que será lançado na abertura do evento e que estará disponível até fim do fórum. O documento será apresentado aos gestores ambientais e legisladores do Paraná em formato digital e disponibilizado no site do evento.

Apesar de ser gratuito e on-line, os interessados em obter certificados devem se inscrever pelo site do evento (https://lexgeo2.aprogeopr.org.br/) do dia 15 de novembro até o dia 1 de dezembro. Embora não seja obrigatório, a organização - durante a inscrição- , sugere aos participantes uma doação de R$10 que, depois, serão convertidos em produtos de higiene pessoal  para asilos e ração para ongs protetoras de animais.

Asimp/Crea-Pr

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.