Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

O Governo do Paraná vai criar uma comissão permanente de diálogo com os servidores públicos para tratar de assuntos como a reposição salarial e demandas específicas dos trabalhadores. Cinco membros do Fórum das Entidades Sindicais (FES) foram convidados para integrar o grupo de trabalho, que também terá técnicos das secretarias da Fazenda e da Administração, representantes da governadoria e deputados estaduais.

A proposta da comissão foi idealizada pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior e o anúncio da medida ocorreu ontem (29) durante reunião do vice-governador Darci Piana e do secretário da Comunicação e Cultura, Hudson José, com cerca de 30 representantes de categorias de servidores do Estado. Ratinho Junior cumpriu agenda em Brasília.

Segundo Piana, a comissão permanente vai avaliar as questões relativas ao pagamento da data-base e reposição da inflação acumulada. O propósito e analisar alternativas para atender as demandas dos servidores e também as exigências legais que o Estado tem que cumprir.

“Foi restabelecido o diálogo, esse é um momento histórico para o Paraná”, afirmou Darci Piana. “O Estado tem dificuldades para cumprir os compromissos atrasados. Foi estabelecida essa comissão para resolver esses assuntos ao longo do mês de maio, para encontrar uma saída que seja boa para os dois lados”, completou.

Próximos anos

O vice-governador também destacou que os técnicos do governo e os representantes da FES vão discutir estudos orçamentários realizados de ambos os lados e as projeções para recomposição salariam do funcionalismo para os próximos anos.

“A comissão vai discutir, avaliar. O governo vai apresentar as suas condições sobre a possibilidade de juntar os compromissos em atraso com a data-base”, afirmou o vice-governador, alertando sobre a dificuldade de zerar defasagens de uma única vez. “O Estado precisa dos servidores, temos um respeito extraordinariamente grande com todos, mas também precisamos respeitar os limites legais”, apontou Piana.

Segundo o deputado Hussein Bakri, líder do governo na Assembleia Legislativa, a decisão do governador Ratinho Junior atende um compromisso de diálogo permanente com todos os setores da sociedade. “O governador se propôs a fazer isso. A comissão vai trabalhar para que o governo e os servidores já tenham definido uma pauta nos próximos meses e anos, para não ficar nesse desgaste das negociações anuais”, afirmou.

A comissão permanente de diálogo com os servidores também vai discutir questões ligadas à saúde do funcionário público, pautas da previdência, demandas estruturantes dos diversos segmentos do Estado e questões orçamentárias. Os primeiros encontros devem acontecer ainda nesta semana, depois do feriado.

Presenças

Estiveram reunidos no Palácio Iguaçu nesta segunda-feira (29) representantes de todas as entidade sindicais do Paraná; os deputados estaduais Professor Lemos, Luciana Rafagnin, Arilson Chiorato, Delegado Recalcatti, Tiago Amaral, Evandro Araújo, Gilson de Souza e Tercílio Turini; Daniel Vilas Bôas, chefe de gabinete do governador Ratinho Junior; Bráulio Cesco Fleury, diretor-geral da Secretaria da Administração e da Previdência; e Moacir Gomes da Silva, diretor-geral da Secretaria de Educação e Esporte.

AEN

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios