Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Para intensificar o combate à dengue, o governo do Paraná está liberando para os municípios uma primeira parte do incentivo financeiro de R$ 3,301 milhões para ações de enfrentamento a doença em 118 cidades em epidemia ou situação de alerta. A informação foi repassada ao deputado Cobra Repórter pelo secretário estadual de Saúde, Beto Preto. A ex-vereadora e pré-candidata prefeita de Cambé, Estela Camata, estava presente.

O valor será repassado pela Secretaria de Estado da Saúde diretamente aos Fundos Municipais de Saúde, a partir da Resolução (190/2020) assinada pelo secretário da Saúde, Beto Preto.

De acordo com o secretário, os recursos variam de R$ 18 mil a R$ 200 mil, considerando as dimensões epidemiológicas, demográficas e socioeconômicas dos municípios. Em princípio, os recursos estão sendo repassados aos municípios em epidemia ou situação de alerta.

“O Estado não está medindo esforços para o combate à dengue. Temos cobrado medidas emergenciais pois a cada dia os casos crescem e mais e mais pessoas procuram as unidades de saúde. Os recursos repassados aos municípios em são para suporte e aquisição de insumos clínicos e na infraestrutura de atendimento ambulatorial e hospitalar", afirmou Cobra Repórter.

No entanto, o deputado destaca que a população precisa continuar fazendo a sua parte, que é combate sistêmico à proliferação dos focos do mosquitos, com a limpeza de suas casas e quintais.

O incentivo também poderá ser aplicado em confecção e reprodução de material informativo, manutenção de veículos e equipamentos utilizados nas ações de controle vetorial, peças para equipamentos de aspersão de inseticidas e insumos para assistência de pacientes com a doença. Os 118 municípios deverão informar a aplicação em relatório de gestão que deverá ser enviado ao Conselho Municipal de Saúde até o dia 30 de março do ano seguinte ao da execução financeira.

"Dengue mata, é preciso agir em todas as frentes para evitar a proliferação da doença. Nós estamos trabalhando na prevenção, na busca de recursos para a melhoria do atendimento à população, estamos solicitando o veneno para o fumacê para os municípios, mas você também precisa fazer a sua parte, cuide da sua casa, do seu quintal e denuncie para as autoridades locais com focos da doença", enfatizou Cobra Repórter.

Meire Bicudo/Com informações da ANPr

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios