Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Por mais seis meses, organizações como Apaes e coirmãs terão incentivo financeiro de mais de R$130 milhões para a manutenção das atividades. Aditivo foi publicado no Diário Oficial desta segunda-feira (25).

O Governo do Estado, por meio da Secretaria da Educação e do Esporte, assinou a prorrogação do termo de colaboração com as instituições de ensino da Educação Especial, parceiras da Rede Estadual de Ensino. Por mais seis meses, organizações como Apaes e coirmãs terão incentivo financeiro de mais de R$130 milhões para a manutenção das atividades e atendimentos da Educação Especial.

O aditivo foi publicado nesta segunda-feira (25), no Diário Oficial do Estado, com vigência até 31 de julho de 2021. O valor é destinado a 399 instituições parceiras, para a contratação de profissionais para o atendimento dos estudantes da Educação Especial e para despesas de funcionamento das Escolas Especializadas ou Centros de Atendimento Educacional Especializado.

As parcerias entre o Estado e as organizações da sociedade civil são celebradas há tempos, como forma de desenvolver e fortalecer a Educação Especial. Com a ação conjunta de profissionais da educação da rede estadual e os contratados pelas instituições por meio da parceria, além do apoio familiar, assegura-se o processo de escolarização dos estudantes.

Investimento

O valor total é de R$130.712.942,32, destinados às instituições que mantêm Escolas Especializadas ou Centros de Atendimento Educacional Especializado, priorizando o desenvolvimento de atividades adequadas às necessidades de cada público. São atendidos surdos, cegos, estudantes com deficiência intelectual, múltiplas deficiências e transtornos globais do desenvolvimento.

Aos estudantes matriculados nas escolas especializadas, as mantenedoras também podem ofertar, por meio de outras parcerias da área de saúde, o atendimento de equipes multiprofissionais, como neurologistas, pediatras, dentistas, fonoaudiólogos, terapeutas ocupacionais, fisioterapeutas, psicólogos.

A prorrogação dos termos de colaboração é uma ação que garante o direito à educação e promove o reconhecimento e a valorização das capacidades e potencialidades de cada estudante.

AEN

#JornalUnião

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.