Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

O Ministério Público do Paraná cumpriu ontem, 5 de novembro, quatro mandados de busca e apreensão no município de Jataizinho, no Norte Central do estado, em investigação sobre possível financiamento irregular de campanhas de um candidato a prefeito – que atualmente é o presidente da Câmara Municipal – e de candidatos a vereadores do Município. A ação é coordenada pela 3ª Promotoria de Justiça de Ibiporã (sede da comarca), que tem atribuição na área eleitoral.

De acordo com as apurações, um médico que atua em um hospital privado (mas que também atende pelo Sistema Único de Saúde) de Jataizinho estaria repassando valores a pessoas que se comprometeriam a trabalhar para as candidaturas suspeitas. A promessa era de que metade do pagamento seria feito após as eleições, no caso de vitória dos candidatos. Além dessa prática, há indicativos de que o profissional de saúde também estaria financiando as referidas campanhas de outras formas, o que está sendo apurado.

Os mandados foram cumpridos no hospital em que o médico trabalha – local onde os pagamentos estariam sendo efetuados –, em sua residência e de sua esposa (também alvo da operação e que é presidente do partido político do candidato que estaria sendo ilegalmente financiado), na residência de um funcionário do hospital, que também teria participação no esquema, e no comitê de campanha do partido político do candidato a prefeito.

Foram apreendidos documentos, celulares, computadores e cerca de R$ 281 mil em dinheiro. Os mandados de busca e apreensão foram expedidos pela 80ª Zona Eleitoral de Ibiporã. Se comprovados os crimes eleitorais, poderão ser adotadas medidas judiciais contra a candidatura do prefeito e dos vereadores por abuso de poder econômico e político.

Asimp/MPPR

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios