Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Câmeras de monitoramento lideram preferência, seguido de informatização da Saúde e Educação. Em novembro, região sedia 4º Congresso Paranaense de Cidades Digitais

Mais de 90% dos prefeitos eleitos na região da Amusep incluíram investimentos em tecnologia em pelo menos uma área da administração pública, de acordo com consulta feita pela Rede Cidade Digital (RCD) junto aos planos de governos protocolados no TSE. Apenas Maringá que ainda terá segundo turno não entrou na contagem. Segurança Pública é a área mais citada. Dezesseis prefeitos eleitos disseram investir em câmeras de monitoramento. Na Educação, 11 eleitos observaram a necessidade de melhorar a conectividade nas escolas. Já na Saúde, sete citaram informatizar o setor.

Mandaguari , Lobato, Iguaraçu e Ourizona estão entre os municípios que mais incluíram o uso de tecnologia para aprimorar a gestão e os serviços. Para o diretor da RCD, José Marinho, o levantamento reflete a tendência e necessidade de investimentos nas Tecnologias da Informação e Comunicação para uma gestão inteligente e mais eficiente.  “O cidadão cada vez mais exige uma Prefeitura conectada e menos desburocratizada. E não há outro caminho se não pelas cidades digitais e inteligentes”, frisa o diretor da RCD, ressaltando que em novembro prefeitos, gestores e vereadores do Paraná terão a oportunidade conhecer iniciativas e soluções durante o 4º Congresso Paranaense de Cidades Digitais, que será realizado em Maringá, dias 24 e 25 de novembro.

A interligação dos prédios públicos, infraestrutura básica para o desenvolvimento da cidade digital, além da modernização da iluminação pública e de processos dentro das Prefeituras também foram mencionados nas plataformas de governo.

Ao todo, eleitos mencionam 81 projetos para melhorar algum setor por meio da tecnologia

Confira abaixo divisão das propostas por eixos temáticos:

4º Congresso Paranaense de Cidades Digitais

Gestores de quase 100 localidades já estão inscritos para o evento, organizado pela Rede Cidade Digital em parceria com a Prefeitura de Maringá e que traz como slogan “Construindo novos modelos de municípios inteligentes”. As inscrições estão abertas e são gratuitas para servidores públicos: congresso.redecidadedigital.com.br.

Segundo o diretor da RCD, o evento visa contribuir com o planejamento municipal e facilitar o acesso de gestores a tecnologias inovadoras, visando o desenvolvimento socioeconômico das cidades por meio da tecnologia. “É a oportunidade de troca experiências e compreender que tecnologia é fundamental e transversal em todos os setores de uma administração pública. Será também importante para que os prefeitos eleitos iniciem o planejamento para implantação dessas propostas elencadas”, observa Marinho.  Tecnologias para gestão, fiscalização, iluminação pública, segurança, saúde, telecomunicações, Procuradorias Municipais, geoprocessamento, gestão eletrônica de documentos, entre outras, já estão confirmadas para o evento.

O 4º Congresso Paranaense de Cidades Digitais conta com patrocínio master da ENW e SAJ Procuradorias; ouro da Exati Tecnologia, Smart Matrix e W3 Informática; prata da Digistar Telecomunicações, Paliari, DRZ, Sinax, Rang Tecnologia e Gauss Geotecnologia; bronze da UniCesumar. A iniciativa também tem o apoio institucional do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações; da Associação de Municípios do Paraná (AMP), das associações de municípios AMCG, AMSOP, AMUNOP, ASSOMEC, CANTU, AMCESPAR, AMEPAR, AMERIOS, AMUNORPI, AMUSEP, COMCAM, AMUVI e AMUNPAR, além da ABRANET, ABEPREST, Assespro-PR, ABINC, ACIM, Terra Roxa Investimentos e União dos Vereadores do Paraná (UVEPAR).

Inscrições gratuitas para servidores públicos

http://congresso.redecidadedigital.com.br/

Asimp/ Cidades Digitais

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios