Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Amanhã, 4 de março, será realizada uma live, no Canal do MPT do Youtube, para marcar o lançamento oficial da campanha “Atletas Adolescentes - Dignidade É Nosso Esporte”. O evento, que acontece às 17h, terá a participação da ex-atleta olímpica Joanna Maranhão, do jornalista esportivo Breiller Pires e a mediação da procuradora do Trabalho em Pato Branco Luísa Carvalho Rodrigues.

O movimento é uma realização da Coordenadoria Nacional de Combate à Exploração do Trabalho da Criança e do Adolescente (Coordinfância) do Ministério Público do Trabalho MPT) em conjunto com a campanha #ChegadeTrabalhoInfantil, com apoio do Instituto Edésio Passos e condução da agência de comunicação Social Ideias. Com enfoque educativo, o objetivo é conscientizar atletas adolescentes, suas famílias e organizações esportivas sobre os direitos desses futuros esportistas profissionais.

No mundo dos esportes – especialmente no que se refere às categorias de base –, pouco se fala sobre a relação de trabalho existente na contratação de atletas dessa faixa etária. O fator cultural faz com que o esporte não seja entendido como uma atividade profissional – regida, portanto, por leis e regulamentos, sobretudo no futebol. Muitas vezes, as famílias recebem ofertas tentadoras, mas que se revelam ilusórias, com rotinas extenuantes e danosas para a formação física, moral, psicológica e escolar dos adolescentes.

A formação profissional é permitida a partir dos 14 anos. Além desse direito básico, estão outros, como explica a coordenadora do Grupo de Trabalho Atletas Mirins e gerente do Projeto Resgate à Infância, ambos da Coordinfância, procuradora do Trabalho Luísa Carvalho Rodrigues. "Os atletas adolescentes têm direito a um ambiente seguro para a prática do esporte, protegido contra o assédio moral e sexual; condições dignas e seguras de alojamento; alimentação e higiene adequados; e treinamentos que não atrapalhem o período escolar, os estudos e a convivência familiar e comunitária.”

Trabalho infantil

Mostrar a diferença entre o desenvolvimento esportivo e a exploração do trabalho infantil é uma das metas da campanha, que oferece conhecimento e ferramentas para identificar e evitar situações de abuso. Os canais para denúncias também estarão presentes, mas a ideia é criar uma rede de conscientização envolvendo todo o universo dos esportes. "Queremos que clubes, federações, famílias, atores da rede de proteção e os próprios atletas entendam que adolescentes são pessoas em peculiar condição desenvolvimento e que desta condição emanam direitos constitucionais e legais, que precisam ser respeitados e assegurados", explica a procuradora do Trabalho Ana Maria Villa Real, Coordenadora Nacional da Coordinfância.

Rede

A campanha está reunindo uma rede de apoiadores, desde nomes do mundo dos esportes, clubes e federações até veículos de imprensa, organizações sociais, marcas de produtos esportivos, entre outras parcerias. Tudo com o objetivo de divulgar materiais informativos, canais de denúncias, eventos online, postagens, materiais audiovisuais e outras ações de sensibilização.

Direitos

Entre os direitos garantidos a atletas adolescentes estão a proibição de prática profissional antes dos 14 anos; treinamento em ambiente seguro, protegido contra os assédios moral e sexual; formação contínua e qualificada; acompanhamento médico, pedagógico e psicológico; condições dignas e seguras de moradia, além de alimentação e higiene adequadas; treinamentos que não atrapalhem o período escolar, horário de estudos, contato com a família e com a comunidade e o tempo de lazer; respeito aos limites físicos e psicológicos e transparência nas ofertas e contratações.

Live de Lançamento da Campanha Atletas Adolescentes

04/03 - Quinta-feira - 17 horas

Ao vivo em: https://www.youtube.com/tvmpt

Conheça mais a causa pelas redes sociais

Instagram da campanha: http://instagram.com/atletasadolescentes

Facebook da campanha: https://www.facebook.com/atletasadolescentes

Instagram MPT: https://www.instagram.com/mptrabalho

Facebook MPT:  https://www.facebook.com/mpt.br

Ascom/MPT/PR

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.