Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

 “De acordo com o último boletim da secretaria estadual de Saúde, divulgado semana passada, são 128.405 casos de dengue no Paraná. Desde o início do monitoramento, em julho de 2019, são 111 mortes pela doença. Precisamos combater e uma das medidas eu estou tomando: apresentei um requerimento em caráter de urgência solicitando ao Governo do Estado a compra de um biorreator e insumos para fabricação de bioinseticida pela Universidade Estadual de Londrina”, disse o deputado estadual Cobra Repórter (PSD). O requerimento foi apresentado na segunda-feira (27) na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep).

O deputado explicou que tramita na secretaria estadual de Saúde (Sesa) uma solicitação de recursos no valor de R$ 430 mil para a compra de um biorreator fermentador para produção do bioinseticida desenvolvido Universidade Estadual de Londrina (UEL), para o registro do produto junto à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e para aquisição de insumos. O objetivo é que o produto seja aplicado nos municípios que fazem parte da 17ª Regional de Saúde em princípio. “Penso que tal produção poderia também ser ampliada para todo o Estado, com redução gigantesca de custos para o combate à epidemia de Dengue”, destacou o deputado Cobra Repórter.

Vale lembrar que, no mês passado, o deputado apresentou um requerimento solicitando todo o apoio para a produção em massa do bioinseticida desenvolvido pela UEL para o combate aos mosquito que transmissor da dengue. O coordenador do projeto na UEL, professor João Antonio Cyrino Zequi, afirma que o bioinseticida é um produto biológico, seletivo, porque mata somente a larva do Aedes e não afeta a fauna associada (peixes e outros insetos, como libélulas, por exemplo). Além do mosquito da dengue, o bioinseticida elimina o culex (pernilongo comum). Estão sendo realizados experimentos para que seja usado no combate também do borrachudo.

Veruska Barison/Asimp

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios