Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

O Governo do Paraná está ampliando a rede de proteção social especial, que atende famílias e pessoas vítimas de violência ou que tiveram direitos violados. Nos próximos dois anos, 12 municípios vão receber Centros de Referência Especializados de Assistência Social (Creas), construídos com recursos do Estado.

As novas unidades atenderão famílias que vivem nos municípios de Anahy, Antônio Olinto, Arapoti, Cruz Machado, Fernandes Pinheiro, Guaraniaçu, Janiópolis, Laranjal, Laranjeiras do Sul, Maria Helena, Ortigueira, Pontal do Paraná e Reserva.

A secretária da Família e Desenvolvimento Social, Fernanda Richa, afirmou que o Governo do Estado reforçou os investimentos nos serviços da rede socioassistencial para que os municípios possam atender adequadamente as famílias que necessitam de amparo e proteção.

“Vamos garantir que estas famílias que passaram situações difíceis, e que necessitam do apoio do poder público para terem seus direitos restituídos, recebam atendimento adequado e apoio para superar suas dificuldades e seguir em frente”, disse Fernanda.

Cada unidade construída terá um custo de R$ 621 mil, totalizando um investimento de R$ 7,45 milhões.

Capacitação

Além de investir na construção das unidades, o Governo do Estado também fortalece as ações de capacitação das equipes que atuam nos Creas. Uma delas iniciou nesta terça-feira (26) e segue até quinta (28), no auditório Mário Lobo, no Palácio das Araucárias, em Curitiba. A secretária Fernanda Richa participou da abertura do evento, que é promovido pela Secretaria da Família e Desenvolvimento Social.

“A qualificação dos servidores é fundamental para que os municípios prestem um serviço qualificado às famílias. É um momento para que as equipes possam compartilhar experiências, esclarecer dúvidas e receber uma formação especializada”, disse Fernanda.

Participam gestores, técnicos e profissionais dos Creas de 55 municípios do Paraná. São cidades classificadas como pequeno porte 2, que possuem de 20.001 a 50 mil habitantes. Também estão presentes equipes dos escritórios regionais da secretaria que assessoram estes municípios.

O encontro capacita as equipes para a oferta do Serviço de Proteção e Atendimento Especializado a Famílias e Indivíduos (Paefi) nos Creas, além de discutir ações para erradicação do trabalho infantil e orientar sobre a Gestão Orçamentária e Financeira do Sistema Único de Assistência Social.

Esta é a segunda capacitação para equipes dos Creas. A primeira aconteceu em 18 e 19 de abril e reuniu representantes de municípios com até 20 mil habitantes.

Amparo

A proteção social especial faz parte do Sistema Único de Assistência Social. Ela é responsável pelos serviços de atendimento a famílias ou pessoas que estão em situação de risco pessoal e social.

Entre as pessoas atendidas estão mulheres, idosos, pessoas com deficiência, crianças e adolescentes que tiveram seus direitos violados. São ocorrências diversas, como violência física, abuso sexual, abandono, negligência, maus tratos, trabalho infantil, uso de drogas.

Também fazem parte dos serviços de proteção social especial o atendimento a moradores de rua ou pessoas que nela sobrevivem, como catadores e vendedores de sinal, e o auxílio em situações de calamidades e emergências, como enchentes e desabamentos, entre outros.

Atualmente, o Paraná tem 158 Centros de Referência Especializados de Assistência Social, em 136 municípios. Os locais oferecem apoio, orientação e acompanhamento profissional a indivíduos e famílias com um ou mais de seus membros que tiveram seus direitos violados ou ameaçados.

AEN

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios


Notice: Undefined variable: usuario_tk in /var/www/vhosts/jornaluniao.com.br/httpdocs/widget_footer.php on line 245
NULL