Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

O Paraná é o representante brasileiro em um grupo de trabalho da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) que auxiliará alguns países e regiões a atingirem os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) propostos pela ONU. Com isso, a OCDE vai dar o suporte técnico para que todas as regiões do Paraná atinjam os ODS de uma maneira mais rápida.

Os países integrantes da ONU assinaram uma carta com o compromisso de cumprir a agenda de desenvolvimento até 2030. A OCDE escolheu nove países para participar do projeto-piloto. O Paraná foi escolhido pelo protagonismo e bom desenvolvimento econômico, segundo a vice-presidente do Conselho Estadual de Desenvolvimento Econômico e Social, Keli Guimarães. Ela acompanhou o processo de integração desde o início e explica que o interesse do Paraná em buscar melhorias chamou a atenção da organização.

As primeiras reuniões foram realizadas nos dias 14 e 15 de Maio, em Paris. O Paraná designou como representante o superintendente da governança, Phelipe Mansur. Ele explicou que em Julho o Paraná vai participar de um evento da ONU, em Nova York, e já em agosto a primeira comitiva deve vir ao estado para fazer a interação e começar os trabalhos.

A missão do grupo será avaliar os pontos positivos e os que precisam melhorar e apontar as soluções. “O grupo vai estudar o Estado e emitir um relatório mostrando as forças e fraquezas e apontar as políticas públicas para atingir os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável”, disse Mansur.

Segundo o analista de política da OCDE, Stefano Marta, o trabalho integrado com o estado vai agregar para os demais participantes. “A estratégia e as iniciativas desenvolvidas pelo Paraná para alcançar os ODS, como conscientizar os cidadãos, rever o planejamento e as políticas, serão muito esclarecedoras para muitas cidades e regiões da OCDE e de países parceiros”, disse ele.

A Organização

A OCDE é uma organização internacional, com sede em Paris, que existe há 57 anos. Entre suas funções principais está solucionar problemas, auxiliar no desenvolvimento socioeconômico e coordenar políticas públicas dos países. Atualmente 36 países fazem parte da organização e o Brasil está na lista de consideração. Para ser integrante, a comissão de adesão analisa o PIB - rendimento per capita do país e o Índice de Desenvolvimento Humano - IDH.

Além do Paraná participam do programa a região sul da Dinamarca, a cidade de Kitakyushu, no Japão; a região de Flandres, na Bélgica; a cidade de Bonn, na Alemanha; o município de Kópavogur, na Islândia; o condado de Viken, na Noruega; a província de Córdoba, na Argentina, e a cidade de Moscou, na Rússia.

AEN

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios