Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

O Governo do Estado - por meio da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior e do Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar) - lançará neste mês, em Jacarezinho (Norte Pioneiro), a nova plataforma do Parque Tecnológico Virtual do Paraná (PTV Paraná). O objetivo é atrair e fixar empresas de base tecnológica em todo território paranaense. O lançamento oficial será será em 11 de novembro.

O PTV Paraná centraliza os ativos tecnológicos e processos de negócios em uma plataforma única, reunindo institutos de ciência e tecnologia (ICTs), núcleos de inovação tecnológica (NITs), empresas de base tecnológica, incubadoras e parques tecnológicos, centros de promoção de empreendedorismo, entidades prestadoras de serviços tecnológicos e instituições de ensino e pesquisa.

De acordo com o diretor-presidente do Tecpar, Júlio Félix, com a ferramenta a sociedade pode conhecer os ativos tecnológicos do Estado, catalogados em sete categorias: Pessoas, Organizações, Programas e Incentivos, Projetos e Iniciativas, Produtos, Propriedade Intelectual e Serviços. A ferramenta também abre espaço para fóruns e para atualização de calendário de eventos.

A nova plataforma também permite que os empresários do Estado informem suas demandas por soluções tecnológicas e conheçam as instituições mais adequadas para provê-las.

Felix explica que, mais que um catálogo de organizações e de iniciativas inovadoras, a plataforma do PTV Paraná é uma ferramenta de gestão. “A plataforma reúne uma lista de cadastro e um mapa de calor, que apresenta a distribuição dos ativos no Estado, orientando o acesso pelas empresas aos produtos e serviços tecnológicos e na tomada de decisão.

Cada instituição pode se cadastrar e catalogar seus programas de financiamento à inovação e seus projetos de pesquisa, por exemplo. A intenção, segundo o diretor-presidente do Tecpar, é que a plataforma seja a ferramenta de gestão dos ativos tecnológicos paranaenses da Secretaria de Ciência e Tecnologia, instituição responsável pelo projeto.

A plataforma ainda funciona como uma rede social, na qual os seus integrantes podem criar fóruns e trocar informações sobre projetos inovadores no Estado. Para catalogar sua organização ou iniciativa, é preciso acessar o site ptvparana.com e fazer o cadastro.

LEGISLAÇÃO - O PTV Paraná foi criado pelo Decreto 8938/13, que instituiu os objetivos do parque tecnológico, entre eles o apoio e o fortalecimento dos Parques e Incubadoras Tecnológicas existentes, ou que vierem a ser implantados no Estado, e a promoção da atração, do desenvolvimento e da fixação de empresas de base tecnológica em uma plataforma de apoio integrado, em qualquer dos municípios do paranaenses.

O decreto institui ainda o Comitê Gestor do PTV Paraná, formado pelo Tecpar, secretarias Estado de Ciência e Tecnologia, do Desenvolvimento Urbano, da Indústria, Comércio e Assuntos do Mercosul, além de outras entidades: Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep); Federação das Associações Comerciais e Industriais do Paraná (Faciap); Federação da Agricultura do Estado do Paraná (Faep); Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Paraná (Sebrae-PR); Associação Paranaense das Instituições de Ensino Superior Público (Apiesp); Instituições Federais de Ensino Superior do Paraná; Instituições Privadas de Ensino Superior do Paraná; Agência Paraná de Desenvolvimento do Paraná (APD); Fomento Paraná; e Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Paraná (Fundarauc).

AEN

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios