Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Em evento com a presença do presidente da República, Michel Temer, o Ministério das Cidades celebrou a assinatura de contratos de R$ 1,5 bilhão para Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar) investir em obras no Estado. Representando o ministro das Cidades, Alexandre Baldy, o secretário Nacional de Saneamento Ambiental da pasta, Henrique Pires, assinou os contratos do Programa Saneamento para Todos, ontem (20).

“Este ato simboliza o compromisso do Governo Federal em firmar parcerias sólidas com a iniciativa privada, criando um ambiente propício ao investimento privado que trará enormes benefícios para a população brasileira”, afirmou Henrique Pires.

O valor de R$ 1,5 bilhão será aplicado em obras de saneamento ambiental para 57 municípios paranaenses. As obras abrangem sistema de abastecimento de água, esgotamento sanitário, redução de perdas e desenvolvimento institucional. O Programa Saneamento para Todos financia empreendimentos ao setor público e ao setor privado, com recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

Durante a cerimônia, o presidente da República disse que há previsão para liberação de mais recursos até o fim do ano. “A nossa verba para saneamento deste ano é uma verba significativa de R$ 6 bilhões e que ainda permanece R$ 2 bilhões que a Caixa Econômica está cuidando para liberar até dia 29 de dezembro”, afirmou Temer.

O governador do Paraná, Beto Richa, ressaltou que os recursos liberados pelo governo possibilitarão investimentos em mais de 50 municípios do Estado. “Nesta área de saneamento em especial, os mais beneficiados são aqueles das camadas mais pobres da população”, destacou Richa.

Também esteve presente no evento Mounir Chaowiche, presidente da Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar).

Investimentos

Cumprindo agenda de entregas de casas do programa Minha Casa, Minha Vida em Maceió, o ministro das Cidades, Alexandre Baldy, afirmou que o investimento em saneamento ambiental significa redução de gastos com a área da saúde. “As ações de saneamento são de grande importância, pois, quanto maior o volume de investimento nesse setor, menor será a necessidade de gasto com saúde”, disse Baldy.

Para o ministro das Cidades, a parceria com os governos estaduais, concessionárias público e privadas e os municípios representam um esforço conjunto para sanar o problema do acesso aos serviços públicos de saneamento ambiental. “É um desafio difícil de ser vencido, mas o governo federal não se intimidará diante dos obstáculos e está inaugurando um novo ciclo de investimento, com participação efetiva dos entes federados”, afirmou Baldy.

Ascom/Ministério das Cidades

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios