Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

O Paraná sedia a primeira Capacitação de Multiplicadores do Programa Criança Feliz da Região Sul, que teve início ontem (13), no auditório do Núcleo Regional de Educação de Curitiba. O treinamento, organizado pela Secretaria de Estado da Família e Desenvolvimento Social, reúne profissionais das áreas de assistência social, pedagogia e psicologia do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Participam técnicos das secretarias estaduais da Família e Desenvolvimento Social; da Saúde; da Justiça, Trabalho e Direitos Humanos; da Educação, da Cultura, além de profissionais da Fundação de Ação Social de Curitiba. 

Segundo a superintendente de assistência social da Secretaria da Família, Maria de Lourdes San Roman, o curso formará multiplicadores, que serão responsáveis em transmitir as informações recebidas às equipes municipais, compostas por supervisores e visitadores. 

“Estamos preparando nossas equipes para cumprir as metas do programa. Com isso, vamos fortalecer o atendimento às famílias em situação de risco e vulnerabilidade social, trabalho que já é feito no Paraná, especialmente com os programas Família Paranaense e Mãe Paranaense”, disse Maria de Lourdes. 

A superintendente lembrou que, atualmente, 36 mil famílias em situação de risco e vulnerabilidade social recebem acompanhamento familiar integral por meio do programa Família Paranaense. 

DESTAQUE - Presente à abertura do treinamento, o secretário Nacional de Promoção do Desenvolvimento Humano, do Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário (MDS) e coordenador do programa Criança Feliz, Halim Antonio Girade, disse que poucos estados desenvolvem programas que atendem a primeira infância, e elogiou o trabalho desenvolvido pelo programa Mãe Paranaense, do Governo do Paraná. 

“Esse é um programa que tem respeito e tem resultados. Então temos que fazer uma integração e um fortalecimento do que já existe. E que aqui continue todos esses programas existentes que são muito bons. No Paraná, profissionais técnicos e as decisões políticas, são muito importantes não só para o Estado, como para o país”, ressaltou Girade. 

CRONOGRAMA – A capacitação de multiplicadores tem carga horária de 80 horas e segue até o dia 23 fevereiro. A programação inclui orientações teóricas e atividades práticas, com palestras, oficinais, visitas a Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs), Centros de Referência da Assistência Social (CRAS), entre outras atividades. 

“O visitador não vai trabalhar diretamente com a criança, mas vai orientar a família, para que trabalhe com a criança. Vai incentivar os cuidadores a conversar, dar carinho, contar histórias, o aconchego, o abraço. É desta forma que se constrói e se edifica seres humanos integrados socialmente”, afirmou o secretário nacional. 

CRIANÇA FELIZ - Lançado em outubro de 2016, o programa Criança Feliz é norteado pelo Marco Legal da Primeira Infância. Ele acompanha crianças de zero a três anos do programa Bolsa Família e as de até seis anos, que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC), incluindo as vítimas de microcefalia por zika vírus. São ações de várias áreas, como saúde, assistência social, educação, justiça e cultura. As famílias recebem visitas periódicas, que têm o objetivo de estimular o desenvolvimento infantil na primeira infância. 

O prazo para adesão dos municípios ao programa encerra no dia 24 de fevereiro. Dos 190 municípios paranaenses aptos a participarem, até agora 55 fizeram a adesão. A previsão é de que sejam atendidas entre 100 e 4 mil crianças por cidade, conforme o porte.

AEN

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios


Notice: Undefined variable: usuario_tk in /var/www/vhosts/jornaluniao.com.br/httpdocs/widget_footer.php on line 245
NULL