Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Paraná precisa se mobilizar, defende Tercilio

Deputado participou ontem de reunião online da Frente Parlamentar que vai acompanhar encerramento de contratos e discutir novo modelo de concessões

Lideranças e toda a população do Paraná devem se mobilizar para garantir a redução das tarifas de pedágio, obras nas rodovias e transparência nas futuras concessões. Os paranaenses também precisam assegurar que as atuais concessionárias cumpram suas obrigações ou paguem indenização por não realizarem as duplicações e outras melhorias estabelecidas nos contratos.

É o que defendeu o deputado estadual Tercilio Turini, no lançamento da Frente Parlamentar dos Contratos de Pedágio no Paraná, criada na Assembleia Legislativa para acompanhar e fiscalizar a execução de obras em andamento e monitorar o encerramento das concessões vigentes.

“O pedágio no Paraná serviu para enriquecer empreiteiras, agentes públicos e políticos corruptos. Às custas da população, encheram os cofres com bilhões de reais e pagaram propinas cobrando tarifas aviltantes. Ainda bem que essas concessões lesivas estão chegando ao final. Por isso, os paranaenses têm o direito de receber as obras ou os valores que as concessionárias deixaram de investir”, afirma o deputado.

Para Tercilio Turini, os acordos de leniência de concessionárias foram benéficos somente para as empreiteiras. “Confessaram crimes, admitiram que cobraram tarifas com sobrepreço, confirmaram que não fizeram as obras de contrato e que praticaram corrupção. Ainda assim estão tendo a chancela para encerrar as concessões como se nada de ruim tivesse acontecido”, afirma.

O deputado ressalta que a participação de lideranças da sociedade organizada e da população nos trabalhos da Frente Parlamentar é fundamental para o prejuízo não ser ainda maior. “O encerramento dos atuais contratos, em novembro do ano que vem, exige muita análise e atenção. A definição do modelo das futuras concessões também é a oportunidade de assegurar obras e tarifas bem mais baratas, no formato de pedágio de manutenção”, avalia.

Tercilio Turini lembra da importância da mobilização na Frente Parlamentar que evitou a prorrogação dos atuais contratos. “Participei de audiências públicas nas principais cidades do estado, fui um dos articuladores do movimento para proibir a renovação das concessões. E deu certo porque as lideranças e a população se envolveram, garantindo legitimidade para barrar as empreiteiras de pedágio e setores que queriam as mesmas empresas com esse pesadelo no Paraná”, enfatiza o deputado.

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios