Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

A AMP (Associação dos Municípios do Paraná) elegeu e empossou sua nova Diretoria na terça-feira (dia 23), no Plenarinho da Assembleia Legislativa, em Curitiba. Com a presença do governador em exercício do Paraná, Darci Piana, o prefeito de Pérola, Darlan Scalco, assumiu o comando da organização no lugar do prefeito de Coronel Vivida, Frank Ariel Schiavini. Scalco e os outros 74 novos diretores da AMP assumem seus cargos para um mandato de dois anos.  

O novo presidente da AMP iniciou seu discurso fazendo um agradecimento especial a todos os prefeitos e autoridades pelas suas presenças e destacou a unidade proporcionada pela posse da nova diretoria. Parabenizou Schiavini pelo trabalho e disse que, no seu mandato, vai manter canal de diálogo permanente com todos os gestores municipais do Paraná, em benefício das 399 prefeituras do Estado. "Quero ouvir muito os prefeitos do Estado e ficar atento aos problemas das prefeituras porque é lá que a população vive e onde as coisas acontecem", afirmou.

Scalco disse ainda que pretende manter uma relação de profundo respeito em relação aos demais Entes Federados e aos Poderes, mas afirmou que não deixará de fazer reivindicações em benefício dos municípios. "Seremos republicanos com todos, mas jamais vamos baixar a guarda, na defesa das prefeituras do Paraná", disse o novo presidente da AMP, na presença de mais de 200 lideranças políticas e empresariais que participaram da solenidade.

Schiavini destaca unidade

O ex-presidente da AMP, Frank Schiavini, também fez um agradecimento aos prefeitos pelo apoio, destacou os avanços conquistados no seu mandato e o fortalecimento das prefeituras proporcionado pela sua gestão. "Na nossa gestão, unimos mais os prefeitos em torno do espírito municipalista. Tivemos um grande diálogo com os Governos Federal e Estadual, Congresso Nacional e Assembleia Legislativa, bem como com o TCE/PR (Tribunal de Contas) e o MPE/PR (Ministério Público do Paraná)", disse.

Schiavini afirmou que, se o municipalismo não prosseguir lutando, em pouco tempo não haverá mais pessoas de bem interessadas em ser prefeitos ou prefeitas. "Eu deixo a AMP de cabeça erguida. Durante o tempo em que fui presidente, fiz o melhor pelos municípios do Paraná", afirmou o ex-presidente, que entregou ofício ao governador em exercício, Darci Piana, pedindo a revisão do reajuste das tarifas de água.

Piana e Micheletto

O governador em exercício do Paraná, Darci Piana - que representou o governador Carlos Massa Ratinho Júnior, em viagem à China - parabenizou Schiavini pelo trabalho, desejou sucesso a Darlan e colocou o governo à disposição da nova Diretoria da AMP. "O Governo do Estado está fazendo o possível para economizar recursos para investir mais nas prefeituras. Estaremos sempre abertos ao diálogo e faremos o possível para ajudar os municípios", afirmou.

O deputado estadual Marcel Micheletto participou da solenidade representando o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ademar Traiano. Ex-presidente da AMP por dois mandatos e ex-diretor da CNM (Confederação Nacional de Municípios), Micheletto destacou o empenho dos Governos Federal e Estadual em defesa das prefeituras e defendeu as reformas, mas disse que os desafios do movimento municipalista, em defesa do pacto federativo, são muitos. "Sem as reformas, os municípios vão entrar em colapso", comentou.

Presenças

O presidente de honra da CNM, Paulo Ziulkoski, participou da solenidade representando o presidente da organização, Glademir Aroldi. Lembrou que o Paraná tem papel de destaque no movimento municipalista e convocou os prefeitos a se unirem na luta pelas cidades. "Os desafios das prefeituras são muitos. Por isso, a união dos prefeitos é fundamental", disse ele, ao lado de outro diretor da CNM, Joarez Henrichs, que também foi presidente da AMP.

Participaram da posse, ainda, os ex-governadores Orlando Pessuti e Emilia Belinati, os secretários estaduais da Casa Civil, Guto Silva, do Planejamento, Valdemar Jorge, e Márcio Nunes, do Desenvolvimento Sustentável; o deputado federal Sérgio Souza; e os deputados estaduais Alexandre Curi (PSB), Nelson Luersen (PDT), Michele Caputo (PSDB), Arilson Chiorato (PT), Emergon Bacil (PSL), Paulo Litro (PSDB), Hussein Bakri (PSD), Jonas Guimarães (PSB), Vilmar Reichembach (PSC), Do Carmo (PSL), Soldado Adriano (PV), Elio Rusch (DEM) e Luiz Claudio Romanelli (PSB), entre outras autoridades.

Ascom/AMP

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios