Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Ação em parceria com Municípios e Entidades de Classe, possibilita projetos com valores reduzidos para novas habitações, reformas, ampliações e até regularizações

Desde 1989, o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Paraná (Crea-PR) desenvolve o Programa Casa Fácil, que estabelece parceria entre as Entidades de Classe e Prefeituras para a construção de moradias populares com até 70m². A ação é voltada para famílias com renda de até três salários mínimos e um único terreno e garante, além do projeto técnico, o acompanhamento das obras por profissionais das Entidades. Em 32 anos, o Programa soma mais de 180 mil famílias atendidas com a construção de 10 milhões de metros quadrados em todo o Estado.

Atualmente, há convênios vigentes com 28 Administrações Municipais do Estado. O Engenheiro Civil Samir, Jorge, assessor de Gestão de Políticas Públicas do Crea-PR, explica que o Programa do Conselho envolve a parceria dos Municípios e das Entidades de Classe.

“Podem existir particularidades nos convênios, dependendo do município, mas o Programa Casa Fácil do Crea-PR prevê a elaboração dos projetos e o acompanhamento das obras por parte de profissionais das Entidades de Classe parceiras”, relata Samir.  Além de projetos para novas habitações, o Casa Fácil pode ser solicitado para reformas, ampliações e até regularização de obras.

Especificamente no Programa, é cobrada a Anotação de Responsabilidade Técnica (ART) social do Crea-PR, no valor de R$ 5,22, enquanto a taxa normal da ART pode chegar a R$ 233,94. “O Crea abre as portas de possibilidades. Os Municípios e as Entidades de Classe negociam o formato do convênio. Há repasse de recursos, por parte do Poder Público, para o custeio dos profissionais e as despesas administrativas, como a montagem dos contratos”, observa Samir Jorge.

Os convênios entre o Crea-PR, as Administrações Municipais e as Entidades de Classe não envolvem recursos para a construção. “O Casa Fácil não tem vínculos com programas habitacionais dos governos. A intenção é viabilizar projetos e acompanhamento das obras. Aqueles que participarem do Programa podem utilizar o arcabouço de informações e montar o projeto para solicitar financiamento público”, salienta Samir. Vale ressaltar que há um programa homônimo, o Casa Fácil Paraná, da Companhia de Habitação do Paraná (Cohapar), lançado na atual gestão do Governo do Estado.

Benefícios para as famílias

Em Santo Antônio da Platina, o convênio Casa Fácil permite a elaboração de projetos de construção de obras novas, ampliação ou regularização com área máximo de 69 metros quadrados. Na primeira etapa, o setor de assistência social do município mapeou os proprietários de residências já edificadas que estão em situação irregular. Este diagnóstico já está em fase adiantada e o passo seguinte é viabilizar as regularizações de forma escalonada. “Esse convênio é uma grande inovação, que permite a regularização de imóveis de pessoas em situação de vulnerabilidade social. A Prefeitura já concluiu obras de pavimentação asfáltica, galerias de águas pluviais e construção de calçadas em bairros carentes da cidade. Com a parceria do município com o Crea-PR e a APLA, certamente haverá uma mudança significativa na qualidade de vida e segurança dos moradores. É um grande passo para todos nós”, comemora o Engenheiro Civil da Prefeitura de Santo Antônio da Platina, Giovanne dos Santos Leite , inspetor-chefe e coordenador estadual do Colégio de Inspetores do Crea-PR.

O presidente da Associação Platinense de Engenharia, Arquitetura e Agronomia (APLA), Engenheiro de Segurança do Trabalho Fernando Ribeiro dos Santos, o convênio traz benefícios para todos. “O proprietário ganha ao conseguir toda a documentação necessária para averbar a construção edificada no terreno no cartório, sendo este um diferencial caso um dia decida vender o imóvel, por exemplo”, explica o Engenheiro de Segurança do Trabalho, Fernando Ribeiros dos Santos, coordenador Regional de Londrina do Colégio de Entidades Regionais (CDER).

Os interessados em saber mais sobre o Programa Casa Fácil podem acessar o site casafacil.crea-pr.org.br. Na página, é possível verificar quais são os municípios participantes. Administrações Municipais que quiserem aderir podem procurar as Regionais do Crea-PR ou suas Inspetorias.

Asimp/CREA-PR

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.