Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Polo vai preparar e impactar líderes e potenciais para atuarem em empresas e na sociedade civil

A trajetória de desafios, coragem e planejamento da família Schurmann, formada pelos primeiros brasileiros que deram a volta ao mundo em um veleiro, foi apresentada para líderes de instituições públicas e privadas do norte do Paraná, ontem (8). A palestra marcou o lançamento do Polo de Liderança Sebrae na região de Londrina, uma iniciativa que visa capacitar e formar líderes para atuarem na sociedade, com foco no desenvolvimento regional.

O Polo foi inspirado nos antigos navegadores marítimos, que ajudaram a moldar o mundo de hoje e alcançaram o sucesso graças às suas habilidades de interpretar as condições, manejar instrumentos e liderar as tripulações. O Polo de Liderança Sebrae envolve diversos programas e ações de desenvolvimento de liderança em ambientes especiais voltados à aprendizagem.

A coordenadora estadual da linha estratégica de Liderança do Sebrae/PR, Rosângela Angonese, explicou que o objetivo do Polo é se transformar em um centro de referência na formação de líderes. Os cursos, capacitações, eventos regionais e estaduais serão destinados a líderes que já ocupam posições formais e também para pessoas – em especial, jovens e mulheres - que desejam se preparar para assumirem o protagonismo, com visão, ética, direcionamento, coragem, experiência e conhecimento. “A ousadia, aliada ao conhecimento e planejamento dos navegadores, inspiraram a criação do Polo de Liderança. Por isso, trazemos o exemplo dos Schurmann, reconhecidos em todo mundo”, afirmou.

O navegador Vilfredo Schurmann, que já fez três expedições de volta ao mundo pelo mar, destacou a importância de os líderes saberem ouvir e se comunicar.

O economista, palestrante e presidente do grupo Schurmann, Vilfredo Schurmann, contou aos participantes como, aos 35 anos, trocou uma carreira bem-sucedida em terra firme para se aventurar com a família navegando em um veleiro. Ao falar sobre as expedições, fez um paralelo com os desafios diários das empresas e a importância dos líderes saberem se comunicar e ouvir. “Se não tiver uma boa tripulação, o navegador não chega a lugar nenhum”, afirmou. Com muito planejamento, estudos e coragem, ele comandou três expedições marítimas de volta ao mundo. E um dos principais desafios em todas as viagens, segundo Schurmann, não foram as tempestades, mas o relacionamento entre os tripulantes.

O presidente do APL de TI de Londrina e Região, Roberto Nishimura, elogiou a criação do Polo e enfatizou a importância de preparar lideranças. “O desafio, hoje, é ter pessoas com potencial para serem líderes. Muitas vezes, elas não têm oportunidade e acesso a conhecimento”, argumentou. Para ele, no mundo atual, de transformações rápidas, os jovens precisam aprender a liderar cada vez mais cedo. “Esse projeto é interessante porque dará oportunidade de essa gente nova se capacitar”, avaliou.

Para o diretor-executivo da Abrasel Norte do PR, Arnaldo Falanca, a atualização é fundamental no mundo de alta conectividade. “Estamos sempre aprendendo e, às vezes, com exemplos antigos”, pontuou. Ele enfatizou a aproximação que o escritório do Sebrae/PR em Londrina mantém com as entidades e associações de classe e disse que as lideranças da cidade e região “têm a obrigação de tirar proveito do que será oferecido pelo Polo”.

O 1º vice-presidente financeiro do Sinduscon Norte/PR, Gerson Guariente Junior, afirmou que, para multiplicar as ideias e fazer com que as coisas aconteçam, é preciso de mais “braços”. Para ele, a proposta do Sebrae/PR vem de encontro ao anseio que a entidade tem de unir pessoas que sejam responsáveis pela condução de novos projetos. Na avaliação dele, Londrina já possui uma base sólida, que equilibra o desenvolvimento econômico e os cuidados com o meio ambiente. A dificuldade está relacionada a pessoas. “Porém, tenho percebido que, nos últimos anos, empurrada pelos jovens, a sociedade está mudando alguns conceitos e estamos voltando a ter participação comunitária. Parece-me que temos um grupo muito mais receptivo em trabalhar coletivamente”, ponderou.

O Polo de Liderança Sebrae é uma linha de atuação com ações contínuas, cujo público-alvo são empreendedores de pequenas empresas, profissionais e lideranças do setor público e privado. Entre os focos de atuação estão cursos nacionais e internacionais, debates, palestras, eventos, coaching e mentoring; canais digitais para ofertar informações aos líderes; além de ações, também, nos demais municípios do Estado e de um processo sistemático e permanente para estudo e identificação de conhecimentos sobre liderança.

Adriano Oltramari/Asimp/Sebrae/PR

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios