Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Cerimônia de premiação foi realizada na segunda-feira (22), em Curitiba. Etapa nacional será no dia 5 de junho, em Brasília

O Sebrae/PR recebeu na segunda-feira (22) gestores municipais de várias regiões do Paraná para a entrega do Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor, etapa estadual. Ao todo, 41 projetos de 36 prefeituras chegaram à final e oito foram premiados em cerimônia realizada no auditório do Sebrae/PR, em Curitiba.

Foram vencedores: Márcio Andrei Rauber (Marechal Cândido Rondon), Hiroshi Kubo (Carlópolis), Cesar Silvestri Filho (Guarapuava), Rafael Valdomiro Greca de Macedo (Curitiba), Augustinho Zucchi (Pato Branco), Francisco Lacerda Brasileiro (Foz do Iguaçu), Marcelo Rangel (Ponta Grossa) e Marcelo Belinati Martins (Londrina). Nesta edição foram 133 projetos inscritos, 98 habilitados e 41 finalistas até chegar nos 8 vencedores estaduais.

O presidente do Sebrae Nacional, Carlos Melles, participou da premiação e parabenizou todo o Paraná pela qualidade dos projetos inscritos. Melles lembrou ter atuado ainda como deputado federal para a aprovação da Lei Geral da Micro e Pequena Empresa, em 2006, além de ter sido relator do projeto Microempreendedor Individual (MEI) e da Empresa Simples de Crédito (ESC), em 2018. Engenheiro agrônomo por formação, ele tem estreita ligação com o agronegócio e o cooperativismo, e destacou o papel do Sebrae para a retomada econômica do País.

"O governo espera que sejamos o seu braço de desenvolvimento. Temos que colocar essa massa crítica para aumentar a produção e a produtividade. É o momento para se fazer isso, temos condições de melhorar a empregabilidade", explicou Carlos Melles.

O presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae/PR e governador em exercício, Darci Piana, alinhado ao presidente nacional do Sebrae, salientou que o braço paranaense está pronto para trabalhar em conjunto com os governos federal, estadual e municipal. "Inclusive, o governador está na China buscando recursos. O governo do Paraná está disposto a fazer sua parcela. Estamos no caminho para sermos o melhor estado do País", projetou.

Sobre o prêmio Prefeito Empreendedor, Piana reconheceu a importância dos 133 projetos inscritos. "Estamos homenageando todos os que participaram e estão preocupados em evoluir, em se modernizar. Que os vencedores sejam exemplos que possamos levar a todo o Brasil", pontuou.

Representando todos os chefes dos executivos municipais, o vice-prefeito de Curitiba, Eduardo Pimentel, falou do exemplo da capital, cuja parceira com o Sebrae/PR tem transformado a economia do ponto de vista da inovação. Curitiba foi uma das vencedoras do Prêmio. "Aumentamos o número de atendimentos com as Salas do Empreendedor e conseguimos impulsionar os trabalhos de integração com a Região Metropolitana por meio do programa Pró-Metrópole. Em nome dos prefeitos do Paraná, parabenizo essa e outras iniciativas do Sebrae/PR que impulsionam o nosso estado", comentou.

O PSPE

Esta é a X edição do Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor. Neste ano, das 133 propostas recebidas, 41 iniciativas de 36 prefeituras paranaenses concorreram nas oito categorias do prêmio. Os vencedores participarão, em junho, da fase nacional.

Confira os vencedores:

Categoria: Compras governamentais de pequenos negócios

Vencedor: Marcelo Belinati Martins (Londrina)

Programa: Compra Londrina

- Programa é focado em ampliar a participação de empresários locais como fornecedores do Município. Por meio do diálogo entre iniciativa privada, associações de classe e prefeitura, foi possível aumentar de 17% para 40% o índice de empresas locais que vencem licitações, injetando mais de R$ 12 milhões na economia londrinense apenas no primeiro semestre de 2018.

Categoria: Pequenos Negócios no Campo

Vencedor: Hiroshi Kubo (Carlópolis)

Programa: Carlópolis cooperativo

- Criação de um fórum de desenvolvimento local com atuação nos eixos de tecnologia, inovação, associativismo, empreendedorismo e mercado, com foco em pequenos negócios rurais. Projeto trouxe aumento da produção e da qualidade dos produtos. 

Categoria: Empreendedorismo nas Escolas

Vencedor: Marcio Andrei Rauber (Marechal Cândido Rondon)

Programa: Aluno empreendedor

- Programa que capacitou os professores com a metodologia de educação empreendedora. Eles ensinaram aos alunos noções de criação de uma empresa, conceitos de administração e gestão e gerenciamento do dinheiro. 

Categoria: Desburocratização e implementação da Redesimples

Vencedor: Cesar Silvestri Filho (Guarapuava)

Programa: Guarapuava, lugar que transforma negócios em ideias de sucesso

- Projeto facilita a criação e a atuação de micro e pequenas empresas, fomenta a criação de empregos, descentralizar as licenças ambientais, entre outras ações.

Categoria: Cooperação Intermunicipal para Desenvolvimento Econômico

Vencedor: Rafael Valdomiro Greca de Macedo (Curitiba)

Programa: Pró-Metrópole (Programa de Desenvolvimento Produtivo Integrado na RMC)

- Programa envolve os 29 municípios da Região Metropolitana de Curitiba (RMC). A proposta é debater as principais dificuldades e necessidades econômicas da região, identificando vazamentos de renda, subutilização de recursos, gargalos e potencialidades de expansão, diversificação e integração das atividades econômicas. Com a participação do poder público e da iniciativa privada, a meta é criar uma estratégia conjunta e articulada para o desenvolvimento da RMC.

Categoria: Inovação e Sustentabilidade

Vencedor: Augustinho Zucchi (Pato Branco)

Programa: Pato Branco, uma das cidades mais inteligentes do Brasil

- Projeto de estímulo ao polo Eletroeletrônico do Sudoeste com tratamento diferenciado no ICMS a empresas desse segmento, além de um conjunto de ações de incentivo ao ambiente da ciência, tecnologia e inovação.

Categoria: Inclusão Produtiva e apoio ao MEI

Vencedor: Francisco Lacerda Brasileiro (Foz do Iguaçu)

Programa: MEI no Desenvolvimento Econômico e Social de Foz do Iguaçu

- Incentivo ao desenvolvimento local e à profissionalização e regularização de microempreendedores individuais com o oferecimento de serviços especializados.

Categoria: Políticas públicas

Vencedor: Marcelo Rangel (Ponta Grossa)

Programa: Primeira sala digital do Brasil

-A sala consiste em ofertar de forma digital todos os serviços disponibilizados para o MEI. O empreendedor formaliza, legaliza, faz notas, capacitações, tira as certidões, crédito, capacitação e tem acesso a compras públicas. Através da inovação, a sala digital simplificou e desburocratizou serviços e estendeu o acesso a qualquer horário e em qualquer meio eletrônico. 

Amanda de Santa/Asimp

Vencedores do Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor participarão, em julho, da fase nacional.

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios