Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Deputado integra Comissão Especial que analisou e debateu a mudança

 “Que dia importante. Ontem nós aprovamos na Assembleia Legislativa a PEC que transforma os agentes penitenciários em policiais penais. Como membro da Comissão Especial que discutiu a criação da polícia penal e entusiasta dessa grande transformação, comunico esse é o primeiro grande passo para a mudança na carreira e na estrutura de trabalho dos policiais penais. Essa mudança era muito esperada e que bom trazer essa notícia a todos vocês”, afirmou Tiago Amaral em suas redes sociais.

Tiago Amaral é um dos cinco deputados que fizeram parte da Comissão Especial criada na AL para analisar e debater a criação da polícia penal. Após aprovação pela Comissão, a PEC foi à votação em plenário ontem (18).

O Departamento de Polícia Penal ficará responsável pelas questões relativas aos presos no Estado do Paraná, como gestão, controle e segurança de unidades penais, além da fiscalização do cumprimento das medidas alternativas à prisão, como monitoramento eletrônico por meio de tornozeleiras.

O que muda para a população

A mudança libera policiais militar e civil para as suas atribuições de policiamento e investigação e resulta em melhor segurança do cidadão. Funções que hoje são exercidas por policiais militares e civis passarão a ser feitas pela polícia penal.

O Paraná conta com 2.763 agentes penitenciários e 1574 profissionais temporários contratados por Processo Seletivo Simplificado (PSS).

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.