Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

A classificação é da revista britânica Times Higher Education – Emerging Economies 2021. Figuram as universidades de Londrina, Maringá, Ponta Grossa e do Oeste do Paraná.

As universidades estaduais de Londrina (UEL), Maringá (UEM), Ponta Grossa (UEPG) e do Oeste do Paraná (Unioeste) estão entre as melhores dos países em desenvolvimento, segundo o ranking da revista britânica Times Higher Education – Emerging Economies 2021, divulgado na terça-feira (09). O ranking classificou as 606 melhores instituições de ensino superior de 48 países considerados emergentes.

Entre as universidades paranaenses, a Universidade Federal do Paraná (UFPR), a UEL e a UEPG estão na categoria de 401ª a 500ª posição, seguidas pela UEM, Unioeste e pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), classificadas na categoria acima de 501.

A metodologia do ranking avalia cinco áreas: ensino, pesquisa, citações, perspectivas internacionais e renda da indústria (referente à relação com empregadores e oportunidades de estágios).

“Esse ranking demonstra que as universidades em países em desenvolvimento estão evoluindo muito mais rapidamente. E nossas instituições de ensino superior estaduais estão inseridas nesse contexto como protagonistas em ações de pesquisa, extensão, ensino e internacionalização”, afirma o coordenador de Relações Internacionais da Superintendência Geral de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior do Paraná, Luis Paulo Gomes Mascarenhas.

A diretora de Avaliação e Informação Institucional, da Pró-Reitoria de Planejamento da UEL, Elisa Emi Tanaka Carloto, reconhece o Times Higher Education como uma das classificações mais relevantes para as universidades. “Esse ranking tem valor agregado diferenciado, porque agrupa os países que possuem nível semelhante e apresenta melhor parâmetro comparativo. Ele avalia itens importantes para que as economias emergentes possam ser alavancadas”, afirma.

Brasil

Das 606 instituições avaliadas, 52 são brasileiras, entre públicas – federais e estaduais – e privadas. O Brasil é o país latino-americano em que as universidades mais aparecem no ranking e o sexto na tabela geral, com 30 instituições. Na primeira colocação, entre as nacionais, figura a Universidade de São Paulo (USP).

Confira  AQUI  o Times Higher Education – Emerging Economies 2021.

AEN

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios