Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.
Política 20/08/2013  16h23

Alunos da UniFil embarcam para estudar no exterior

Primeiros seis selecionados no Ciência Sem Fronteiras partem para países escolhidos. Mais 18 estudantes devem viajar em 2014

Asimp/UniFil

 
Alunos da UniFil selecionados no programa Ciência Sem Fronteiras para cursar parte da graduação no exterior começam a viajar para os países que escolheram. A primeira a embarcar é Flavia Mayumi Nakase, do 4º ano de Medicina Veterinária, que vai estudar um ano na Universidade de Bologna, na Itália, para fazer o curso de “Segurança e Qualidade na Produção Animal”. Ela decola para Europa nesta terça-feira (dia 20).
 
Flavia não esconde a ansiedade e ao mesmo tempo revela certo receio sobre o que vai encontrar lá. Nada que abale o entusiasmo pela experiência de morar fora e frequentar a primeira universidade do mundo. “Além de todo esse lado histórico, com certeza vou aprender bastante para minha profissão e também para a vida. É uma qualificação acadêmica e profissional que poderá abrir outros caminhos no futuro”, afirma.
 
Quem também já conta os dias para viajar são duas alunas do 4º ano de Biomedicina da UniFil, que vão para o Canadá. Raquel Lima Pedroso viaja dia 5 de setembro para permanecer um ano e quatro meses na Universidade de Toronto. Priscila Romanin embarca dia 14 com destino à Universidade de Alberta, onde fica o mesmo período que a colega. Ambas têm programas semelhantes: aprimorar o inglês, fazer graduação e depois estágio em laboratório ou indústria canadense.
 
Da primeira turma de seis selecionados da UniFil no Ciência Sem Fronteiras, que se inscreveram no final do ano passado, outros três estão com as viagens confirmadas: Elliton Paulino de Souza, de Agronomia, vai para os Estados Unidos; Beatriz Breitner Nespoli Fagioli, de Farmácia, para o Canadá; e Jonas Rodrigo Tavares de Avilla, de Engenharia Civil, para o Reino Unido.
 
O pró-reitor de Graduação, professor Lupercio Fuganti Luppi, reuniu-se com um grupo de selecionados e repassou algumas orientações sobre o programa e a viagem. Responsável na UniFil pela homologação das inscrições no Ciência Sem Fronteiras, ressaltou o quanto é valorizada a experiência de morar e estudar fora. “É um aprendizado pra toda vida. A convivência numa universidade do exterior, encontrar pessoas de todo o mundo, superar dificuldades e ter acesso ao conhecimento e tecnologias de ponta”, enfatizou.
 
A UniFil teve mais 18 selecionados, que devem viajar em 2014. Oito deles participaram da reunião com o pró-reitor: Daniele Picasso, de Arquitetura, que aguarda indicação de onde vai viver no Canadá; Juliana Camacho, de Arquitetura, na Austrália; Elvis Vilasboas Rosa, de Sistemas de Informação, nos Estados Unidos; Hugo Luca Abate, de Veterinária, no Canadá; David do Nascimento Pereira, de Fisioterapia, na Hungria; Nicolae Vedovelli, de Engenharia Civil, no Reino Unido; Diego Augusto Nascimento Ponce, de Fisioterapia, na Austrália; e Roque Rodrigues, de Engenharia Civil, na Hungria.
 
O aluno interessado deve acessar o site www.cienciasemfronteiras.gov.br, verificar quais países estão com chamadas abertas para bolsas e fazer a inscrição gratuitamente. Sempre que houver nova convocação a UniFil também vai divulgar no portal www.unifil.br

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios