Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Os campi Apucarana e Londrina da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) devem ofertar novos cursos de engenharia a partir de 2013. As propostas de projetos dos cursos de Engenharia Civil, Engenharia Química e Engenharia Elétrica, em Apucarana, e Engenharia Mecânica, Engenharia Química e Engenharia de Produção, em Londrina, serão avaliadas pelo Conselho de Graduação e Educação Profissional (Cogep) da UTFPR e já contam com autorização do Ministério da Educação (MEC).

As demandas para estes novos cursos foram encaminhadas por entidades civis locais, como estratégias de alavancar o desenvolvimento destas regiões, e foram discutidas e acordadas em reunião realizada no dia 05 de setembro no MEC. Estiveram presentes, na ocasião, como representantes do ministério, o secretário executivo José Henrique Paim e a diretora de Desenvolvimento da Rede de Instituições Federais de Ensino Superior (Difes), Adriana Rigon Weska, o reitor Carlos Eduardo Cantarelli e os deputados federais Alex Canziani (PTB), Eduardo Sciarra (PSD) e Osmar Serraglio (PMDB).

No campus Londrina, a abertura dos novos cursos conta com o apoio do Governo do Estado, que repassará à UTFPR R$ 3,8 milhões para aquisição de área de 37 mil metros quadrados. Em um segundo momento, o estado disponibilizará recursos também para obras e equipamentos. A UTFPR ainda irá pactuar com a Secretaria de Educação Superior do MEC (Sesu/MEC) a liberação de pessoal e de recursos para custeio, aquisição de equipamentos destinados aos cursos e para a ampliação do espaço construído.

Em Apucarana, a parceria será firmada entre a UTFPR e a prefeitura, que doará dois terrenos anexos ao campus, com área de 60 mil metros quadrados. A liberação de recursos para as obras de ampliação, aquisição de equipamentos e custeio e a liberação de pessoal também virão de pactuação com a Sesu/MEC.

A articulação política para a viabilização das parcerias entre o MEC e o Governo do Estado foi liderada pelo presidente da Frente Parlamentar da Educação do Congresso Nacional, deputado Alex Canziani, para quem mais uma etapa foi superada. “É um anseio antigo que estamos viabilizando. Os cursos serão importantes não apenas para os estudantes das duas cidades, mas das duas regiões, que serão congregadas”, avalia o parlamentar paranaense. Para Canziani, ambas as regiões necessitam muito de novos profissionais de engenharia, e justamente naqueles segmentos. Quem também contribuiu para a causa foi outro deputado da região, André Vargas (PT), que também recebeu demandas do gênero.

Unidade Santa Helena

Além dos novos cursos, foi apresentado na reunião com o secretário executivo do MEC, em Brasília, o projeto de incorporação das instalações educacionais de Santa Helena ao campus Medianeira, que prevê a abertura de uma unidade fora de sede do campus no município de Santa Helena. Paim também autorizou a Sesu a pactuar com a UTFPR as necessidades de pessoal, investimentos e custeio e a Universidade Tecnológica a dar início ao processo de incorporação a partir de 2013. O projeto de incorporação será encaminhado ao Conselho Universitário (Couni) para deliberação.

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios