Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Rodrigo Gutuzo

A coordenadora da Coordenadoria de Processos Seletivos (COPS) da UEL, professora Elaine MateusPara o Vestibular 2012, que terá sua 1ª fase no próximo dia 30 de outubro, a UEL adotou algumas mudanças nas provas. Porém, essas modificações serão aplicadas apenas na 2ª fase, que acontecem nos dias 20 e 21 de novembro.

Em entrevista ao Jornal Vestibulando, a coordenadora da Coordenadoria de Processos Seletivos (COPS) da UEL, professora Elaine Mateus, explicou como serão essas mudanças. "A prova dessa primeira fase continua igual, com conhecimentos gerais, 60 questões interdisciplinar, objetiva. A prova da segunda fase mudou no primeiro dia, na redação, e na prova do segundo dia", explicou.

A coordenadora destaca que a prova da 1ª fase não é unicamente interpretativa. "A prova da nossa primeira fase é muito única. A gente ouve de jovens de outros estados, que fazem vestibular em outros lugares. Não só por ela ser temática. Isso também a torna diferente das outras provas. Mas, de fazer o jovem se inserir na sociedade para pode ir bem. Por outro lado, não é uma prova meramente interpretativa. O que poderia nos levar para um extremo que não seria muito bom. Ter uma prova que, ainda que o aluno não participe da vida social, que não seja, mas se for um bom leitor e interpretar bem textos, vai bem na prova. Queremos um aluno que seja um bom leitor, que saiba interpretar, mas que precisa para responder as questões do conhecimento da escola. Do conhecimento de conteúdo sim, mas não decorado", disse.

No dia 20 de novembro haverá provas de Redação, de Língua Portuguesa e Literatura Brasileira (20 questões de múltipla escolha) e de Língua Estrangeira (Inglês ou Espanhol – 10 questões de múltipla escolha).

Para a redação, as mudanças atingem tanto o número de temas e o tamanho dos textos. "O candidato antes tinha três temas, escolhia um, e escrevia sobre este tema. Agora ele tem de dois a quatro temas, e deverá escrever sobre todos eles, se dois, três ou quatro. Natural que serão exigidos textos menores, e não mais dissertações de 20 a 25 linhas. Serão textos menores, com outra abordagem e outra proposta", esclareceu a coordenadora.

A novidade esperada por vários candidatos está nas provas do dia 21. A partir deste ano, as provas de conhecimentos específicos serão discursivas, com três disciplinas. As disciplinas variam de curso para curso. O candidato tem que tirar nota diferente de zero em cada uma das três provas para se classificar.

"A prova do segundo dia da segunda fase, é a prova de conhecimentos específicos. São doze questões, todas discursivas, divididas em três disciplinas, que os colegiados dos cursos escolheram como disciplinas específicas para o curso", disse a professora.

Segundo Elaine, as mudanças foram motivadas por vários fatores. "Eu destacaria a necessidade de transformar esse processo em um momento importante da aprendizagem desse jovem. De mostrar tudo aquilo que ele traz consigo. Nós temos muito clara a responsabilidade do vestibular sobre a educação, muito especialmente sobre o ensino médio. Quando você coloca, implementa uma mudança desta natureza, você ajuda a orientar a educação básica e o ensino médio. E essa reorientação, na direção que foi proposta, é no sentido de fazer da escola um espaço de mais leitura e de mais produção; O que é a natureza da escola. É o espaço da produção de textos. Eu falo num sentido bem amplo, do texto falado, escrito", disse

Para a professora, as provas vão estimular ainda mais o processo de leitura e conhecimentos dos estudantes. "O conteúdo das provas não se baseia no que o aluno estudou no terceiro ano. É uma historia de vida. E o vestibular é isso. A gente procura uma orientação pedagógica muito nessa direção. Não é a questão de saber se ele leu a página 25 do livro tal. É momento de mostrar a aprendizagem de uma vida. É a reportagem que você assistiu, que você leu, a viagem que você fez, o assunto que você escutou na família. É vida. É mostrar a bagagem que você traz", opinou.

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios