Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Mariana Macedo/Asimp

A relação entre a educação e a publicidade necessita ser refinada, o que ajuda na melhoria da qualificação do ensino. Neste aspecto, diz ainda o publicitário Dalton Pastore, pode-se dizer que boa parte das campanhas publicitárias está diretamente ligada à educação. “A publicidade e a educação precisam estar em sintonia”, afirma ele, que palestrou o tema “O Papel da Publicidade na Educação” para a Frente Parlamentar da Educação do Congresso Nacional, em Brasília. Pastore preside o Fórum Permanente da Indústria da Comunicação (ForCom), que reúne 37 entidades de comunicação do Brasil. Ele é formado em Comunicação Social e membro do Conselho Superior da Associação Brasileira das Agências de Publicidade (Abap).

O publicitário destacou o papel da educação na publicidade. “Muitas campanhas são criadas para educar mesmo, para criar uma nova consciência na população. Um bom exemplo são as inserções do Superior Tribunal Eleitoral, TSE, que sugere como a população deve votar consciente.”

Outro exemplo são os comerciais de escovas de dente: “A maioria ensina a melhor maneira de fazer a higiene bucal”. Dalton Pastore também citou outras maneiras que demonstram que publicidade e educação andam juntas. “As campanhas dos governos puramente educativas, como campanhas de trânsito, contra o fumo, sobre a importância de tomar certas vacinas, o respeito aos idosos e crianças e tantas outras que nos mostram que publicidade e educação devem estar  sempre em sintonia”.

O presidente da Frente Parlamentar da Educação, deputado Alex Canziani (PTB-PR), destacou que durante a palestra surgiu uma ideia que pode desencadear uma grande campanha na área de educação. “Ele [Pastore] destacou que para uma ideia ser assimilada ela tem que ser repetida várias vezes, tem que haver uma massificação”, lembrou o parlamentar paranaense.

O deputado da educação aproveitou a explanação do publicitário para desenvolver uma proposta de campanha publicitária. “Pastore disse ainda que algumas entidades ligadas à educação têm feito algumas campanhas isoladas sobre o tema. Então poderíamos juntar todas essas ideias dessas entidades e criar uma grande campanha sobre educação, como, por exemplo, a valorização do professor”, sugere o deputado. “Seriam vários veículos de comunicação veiculando por um longo período de tempo campanhas desse tipo. Tem muito mais chance de dar certo, de mudar a cultura da população.”

Durante a palestra de Dalton Pastore foi enfatizado que tramita na Câmara dos Deputados projeto de lei obrigando que 80% da publicidade dos governos sejam voltadas exclusivamente a campanhas educativas. 

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios


Notice: Undefined variable: usuario_tk in /var/www/vhosts/jornaluniao.com.br/httpdocs/widget_footer.php on line 245
NULL