Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Asimp/ IFPR

Para muitos, o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que segue com inscrições abertas até hoje (15), é apenas mais uma forma de ingressar nos cursos de graduação de universidades públicas brasileiras. O que eles não sabem é que esta é apenas uma das possibilidades abertas aos candidatos. Além de permitir a participação no Sistema Único de Seleção Unificada (SiSU), a nota obtida na prova é um dos requisitos para concorrer a bolsas de estudo em Programas como o Universidade para Todos (ProUni) e o Ciências sem Fronteiras ou para participar de ações de incentivo à permanência no ensino superior, como o Programa de Financiamento Estudantil (FIES). Também é pela realização do teste que jovens e adultos maiores de 18 anos que não possuem o diploma de ensino médio podem obter a certificação neste nível de ensino.

Desde que foi instituído, em 2008, o Enem tem como principal objetivo avaliar o desempenho escolar e acadêmico dos estudantes de escolas públicas e particulares ao fim do ensino médio. As informações obtidas a partir dos resultados da prova são utilizadas para acompanhamento da qualidade do ensino médio no País, o que norteará a tomada de decisões como a implementação de políticas públicas de educação, o aperfeiçoamento dos currículos do ensino fundamental e médio ou o estabelecimento de critérios de acesso do participante a programas governamentais. A partir de 2009, o Ministério da Educação (MEC) determinou a utilização das notas obtidas no teste para promover a certificação do Ensino Médio. Esta nova atribuição veio substituir o que já era promovido pela Prova do Exame Nacional de Certificação de Competências de Jovens e Adultos – ENCCEJA – Ensino Médio, que deixou de ser aplicada.

Certificação no Paraná

A certificação do Ensino Médio é destinada aos participantes maiores de 18 anos que ainda não tenham concluído a escolarização básica. Os interessados em obter a certificação devem obedecer aos mesmos prazos estipulados pelo edital de abertura do Enem. Já no ato de inscrição, o candidato deve informar a instituição que emitirá o certificado. No Paraná, a Secretaria de Estado da Educação (SEED) o os câmpus do Instituto Federal do Paraná (IFPR) estão aptos a fornecer o documento. 

O candidato deve solicitar a certificação diretamente na entidade indicada no ato da inscrição, mediante apresentação das notas obtidas no Enem 2012. Serão fornecidos certificados aos candidatos que alcançarem pontuação superior a 450 nas provas objetivas e 500 na prova de redação. Cada instutição certificadora terá um calendário próprio para o recebimento das solicitações. A previsão é de que, nos câmpus do IFPR, o período tenha início na segunda quinzena de janeiro do próximo ano. Após solicitado, o documento leva, em média, 45 dias para ser entregue. 

Inscrições

As inscrições no Enem devem ser feitas exclusivamente pela internet na página www.enem.inep.gov.br. O sistema aceitará inscrições realizadas até às 23h e 59min desta sexta-feira (15). O valor de inscrição é de R$ 35,00. O boleto bancário poderá ser pago até o dia 20 de junho, nas agências do Banco do Brasil.

Os estudantes que concluíram o ensino médio em escolas públicas ou aqueles que declararem carência sócio-econômica podem pedir a isenção do pagamento desta taxa.

As provas acontecem nos dias 03 e 04 de novembro de 2012. Outras informações podem ser consultadas no site www.enem.inep.gov.br. 

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios