Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

A Fundação Araucária, vinculada à Secretaria da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, lança a partir deste mês uma série de 28 editais de apoio a projetos de pesquisa desenvolvidos no Estado. Estão previstos investimentos de R$ 76,8 milhões, que serão aplicados no fomento à produção e disseminação científica e tecnológica, verticalização do ensino superior e formação de pesquisadores.

"Procuramos boas ideias para atender a coletividade paranaense. Também buscamos a adequação da instituição às necessidades da comunidade cientifica e acadêmica, o que ajudou a definir as novas chamadas públicas", diz o diretor da fundação, Paulo Roberto Brofman.

De acordo com Brofman, o resgate de parcerias antigas também aumentou a oferta de recursos para os próximos anos. É o caso do convênio entre a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) e o Governo do Estado, por meio da fundação, que destinará cerca de R$ 40 milhões ao Paraná.

A assinatura do protocolo de intenções entre a Capes e a fundação será no dia 9, em Curitiba. Segundo o secretário da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Alípio Leal, a parceria colocará a Fundação Araucária entre as cinco maiores do País.

Recentemente, a fundação implantou um sistema de gestão eletrônica que atende ao programa do Tribunal de Contas e facilita o lançamento de chamadas públicas, submissão de projetos, acompanhamento, controle financeiro interno das contratações, entrega de relatórios parciais e encerramento de convênios. Também criou uma diretoria de relações institucionais e internacionais.

(AEN)

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios