Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

A senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) esteve reunida com mais de 200 lideranças do terceiro setor, na sexta-feira (20), em Curitiba, para discutir políticas públicas e programas de combate às drogas. O encontro, realizado no auditório da Fiep, contou com a presença do ministro interino do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Marcelo Cardona Rocha, e o secretário Nacional de Políticas sobre Drogas, Vitore Maximiano, que destacou os avanços alcançados com o programa do governo federal “Crack, É Possível Vencer”.

Segundo Gleisi, a realização do seminário surgiu de um encontro com lideranças cristãs evangélicas realizado em dezembro de 2014, onde se constatou  a necessidade de ampliar o diálogo entre o terceiro setor e os órgãos governamentais que trabalham no combate às drogas. “Antes do Estado ter políticas públicas de combate às drogas eram as instituições que faziam o atendimento, por isso, tenho grande respeito por todas elas e acredito que podemos melhorar os programas federais com a experiência e a contribuição dessas lideranças”, frisou Gleisi.

Durante sua explanação, o secretário Vitore Maximiano destacou o papel fundamental que a senadora teve na construção do programa “Crack, É Possível Vencer”. “Os acertos desse programa devemos a então ministra Gleisi Hoffmann, que liderou o processo que fez deslanchar em todo o país a construção de uma rede de serviços para recuperação de dependentes químicos. Quero externar o meu reconhecimento público do seu trabalho para fortalecimento dessas ações. A estruturação que temos hoje devemos a liderança da ministra Gleisi”, afirmou.

De acordo com Maximiano, atualmente o governo federal mantém 375 contratos com  comunidades terapêuticas em todo o Brasil, responsáveis pela oferta de 8.200 vagas para acolhimento integralmente gratuito de dependentes. No Paraná são disponibilizadas 697 vagas por meio de 42 contratos. “O trabalho de combate às drogas é uma política de responsabilidade compartilhada principalmente com as entidades do terceiro setor”, ressaltou.

Durante o evento, as lideranças participaram de debates e receberam orientações de técnicos do governo federal sobre o processo para  operacionalização de convênios. “Foi uma boa oportunidade para ver o que é possível melhorar e de que forma a sociedade pode contribuir com esse trabalho. É uma luta de todos que deve abranger governos, sociedade, segmentos da saúde, escolas e igrejas", destacou Gleisi.

O evento, organizado pelo  mandato da senadora em parceria com o Geasp, Rede Cristã Reage, Repas, Comped, Núcleo de Comunhão Pastoral de Curitiba, Cuide-se, Ministério do Desenvolvimento Social e Combate a Fome e Sistema Fiep, também contou com a presença da deputada federal Christiane Yared (PTN), o presidente da Fiep, Edson Campagnolo, e o pastor Hilquias Paim, entre outras lideranças.

Asimp/Senado
 

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios