Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Governo Temer, o  Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), juntamente com representantes das industrias de agrotóxicos, fazendeiros e grandes produtores elaboraram uma proposta de Medida Provisória (MP), pacote do veneno,  que altera a lei 7.802 de 1989 para permitir o uso de agrotóxicos proibidos nos EUA, UE , China e classificados como carcinogênicas, teratogênicos (malformação de fetos) e mutagênicos.

O Brasil já é o maior consumidor mundial de agrotóxicos e cada brasileiro consome em média 5 litros de veneno por ano. É óbvio que os lucros dos produtores, do governo e das empresas a curto prazo não compensarão os prejuízos que o uso desses agrotóxicos trarão futuramente.

Os custos para os tratamentos de saúde, auxílios-doenças ou as aposentadorias por invalidez nunca compensarão todos esses riscos, pois se fossem seguros estariam liberados em outros países. Ministério público, Anvisa, entidades civis e religiosas, ruralistas  e consumidores devem unir forças para impedir essas mudanças que trarão prejuízos incalculáveis para a nação brasileira e ecossistemas.

Daniel Marques - historiador -  Virginópolis - MG - danielmarquesvgp@gmail.com

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios