Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Muitos dos projetos foram viabilizados por intermédio de Canziani. Obras começam no ano que vem e atenderá setor administrativo e bibliotecas.

O Instituto Federal do Paraná (IFPR) está planejando investir R$ 70.938.000,00 em obras para o ano de 2013. Os recursos são para a construção de 18 novos blocos administrativos e biblioteca em diversas unidades. Muitas das obras foram viabilizadas por intermédio do presidente da Frente Parlamentar da Educação do Congresso Nacional, deputado Alex Canziani (PTB), que gestionou ações no Ministério da Educação e no próprio instituto. O aviso de licitação foi publicado dia 21 no Diário Oficial da União.

Cada unidade receberá R$ 3.941.000,00. “A proposta é estruturar melhor as unidades para que possam atender bem os estudantes”, destaca o deputado da educação. “Estamos procurando qualificar os nossos câmpus.” O parlamentar paranaense destacou o empenho do ministro da Educação, Aloizio Mercadante, para a viabilização dos recursos.

As verbas serão destinadas à execução de projetos padrões elaborados pela equipe de arquitetos do IFPR, e servirão na construção de prédios tanto em novos câmpus – previstos na terceira fase de expansão da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica anunciada pelo Governo Federal em agosto de 2011 – quanto na consolidação de unidades já existentes.

O projeto foi elaborado para ser executado em estrutura pré-fabricada, isso para reduzir tempo, uma vez que o processo é todo industrializado e controlado. Os profissionais da Diretoria de Infraestrutura envolvidos acreditam que em quatro meses de obras já haverá várias estruturas montadas.

Serão 18 obras dividas em quatro lotes de estrutura em pré-fabricado. Os 18 blocos, de aproximadamente 3,2 mil metros quadrados cada, serão compostos por dois andares e atenderão principalmente às necessidades administrativas dos câmpus. Entretanto, há espaços que poderão ser destinados a salas de aula.

Para o térreo, estão previstos biblioteca (486m²), área de exposições, sala de aula multiuso, espaço de convivência (pátio coberto) e secretaria de assistência aos alunos. No andar superior haverá área para setor administrativo e coordenações, sala de professores, salas auxiliares e espaço de convivência para servidores. Esta etapa de obras está prevista para ser finalizada até 2014.

O reitor Irineu Colombo prevê para março de 2013 o lançamento do próximo edital que contemplará a construção do bloco didático das unidades, com aproximadamente 3,8 mil m². Estes terão 12 salas de aula, salas de videoconferência e seis laboratórios, divididos entre o térreo e o andar superior.

Estão previstas novas etapas para construção de laboratórios específicos, bloco de refeitório e manutenção para as unidades.

As unidades beneficiadas são: Astorga, Campo Largo, Capanema, Cascavel, Foz do Iguaçu, Goioerê, Irati, Ivaiporã, Jacarezinho, Jaguariaíva, Paranaguá, Paranavaí, Pinhais, Pitanga, Quedas do Iguaçu, Telêmaco Borba, Umuarama e União da Vitória.

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios