Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Asimp/Mec

 

O Sistema de Seleção Unificada (Sisu) do Ministério da Educação, criado em 2010, registrou número recorde nesta primeira edição de 2013, com 1.949.958 inscritos, concorrentes a 129.319 vagas em 3.752 cursos. As inscrições foram encerradas na sexta-feira, 11. Ao apresentar o balanço final do processo, na segunda-feira, 14, o ministro Aloizio Mercadante atribuiu a grande adesão à facilidade oferecida pelo Sisu aos estudantes. Este ano, 101 instituições de ensino em todo o país participaram do sistema.

A cada ano, o Sisu, que seleciona estudantes para instituições públicas de educação superior com base no desempenho no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), tem registrado números expressivos. Em 2012, 1.757.399 candidatos inscreveram-se para concorrer a 108.560 vagas. Em 2011, foram 1.080.193 estudantes. Em 2010, 890.902.

O curso de gestão pública do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Brasília foi o mais procurado pelos candidatos nesta primeira edição de 2013: para 45 vagas, 12.221 inscritos. O mesmo curso foi bastante disputado também no Instituto Federal do Rio Grande do Norte — 9.014 inscritos para 40 vagas.

“Os institutos estão muito concorridos. Nesta edição, eles tiveram uma demanda impressionante”, salientou Mercadante. O ministro disse estar satisfeito com o interesse dos jovens em cursar gestão pública. “O Brasil precisa de bons gestores.”

No ranking dos dez cursos mais procurados, medicina aparece quatro vezes. Na Universidade Federal de Juiz de Fora, por exemplo, eram 127 vagas para 12.216 candidatos. A instituição mais procurada foi a Universidade Federal do Ceará (UFC), com 133.923 inscritos para 6.258 vagas. Em seguida, as federais do Rio de Janeiro (UFRJ), com 115.794 candidatos a 4.745 vagas, e Fluminense (UFF), com 96.247 para 4.789.

Cotas

Com a sanção da Lei nº 12.711, de 29 de agosto de 2012 (Lei de Cotas), 12,5% das vagas foram reservadas este ano a estudantes oriundos da rede pública, com recorte racial e de renda. Com isso, o Sisu contabilizou 864.830 inscritos cotistas.

O ministro ressaltou ainda que a diferença entre a nota de corte dos alunos cotistas e não cotistas foi muito pequena. “Foi muito positivo verificar isso”, afirmou. “Esse resultado mostra que o topo da escola pública é de excelente qualidade.”

De acordo com Mercadante, toda escola pública pode ser boa, mas o MEC não pode se acomodar. “Temos de trabalhar intensamente para garantir melhoria na qualidade de ensino.”

Matrícula

Para os aprovados na primeira chamada do Sisu, a matrícula deve ser feita nos dias 18, 21 e 22 próximos. O resultado da segunda chamada sai no dia 28, com matrícula nos dias 1º, 4 e 5 de fevereiro.

Espera

Os estudantes que não forem selecionados nas duas primeiras convocações podem aderir à lista de espera. As instituições de ensino participantes do Sisu usam a lista para convocar candidatos a vagas remanescentes. O prazo de adesão vai de 28 deste mês a 8 de fevereiro. Caso ainda haja vaga no curso de primeira opção, o candidato será convocado pela instituição que tenha a vaga disponível.

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios


Notice: Undefined variable: usuario_tk in /var/www/vhosts/jornaluniao.com.br/httpdocs/widget_footer.php on line 245
NULL