Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

A comitiva internacional liderada pelo governador Beto Richa encerrou neste sábado (17) os compromissos na China e segue agora para a Rússia, onde cumpre uma agenda com executivos a partir desta segunda-feira (19). No país asiático, os membros da comitiva se reuniram, na última semana, com diretores de diversas empresas para apresentar o ambiente de negócios do Paraná, com o objetivo de atrair novos investimentos estrangeiros ao Estado. 

O governador fez uma avaliação positiva das reuniões realizadas na China. "É muito importante que investidores tenham informações sobre o Paraná e sobre as condições que o Estado oferece para abrigar novas indústrias. Levo a certeza de que logo iremos colher os resultados do trabalho feito junto aos representantes de empresas chinesas", disse Beto Richa. 

Na terça-feira (13), eles estiveram na sede da Nari, fabricante de tecnologia para o setor energético, como equipamentos para usinas hidrelétricas, eólicas e solares. No encontro com o vice-presidente da empresa, Min Tao, e com diretores da companhia, Richa apresentou os atrativos do Paraná para a instalação de uma unidade no Estado. 

No dia seguinte, a Agência Paraná de Desenvolvimento (APD) firmou um acordo com a montadora Jac Motors para conduzir estudos de viabilidade para implantação de novos projetos da montadora no Paraná. Pelo acordo, a APD dará o suporte para facilitar os negócios da Jac Motors no Estado, levando em conta o objetivo de reforçar o intercâmbio tecnológico, comercial e industrial entre a China e o Brasil. 

Na capital, Pequim, a comitiva se reuniu, na quinta-feira (15), com o presidente-sênior da empresa automotiva Foton, Ma Rentao, e com o vice-presidente de Negócios para Veículos de Passageiros, Dai Hongkai, para reforçar o interesse do Paraná na implantação de uma fábrica de automóveis e caminhões da empresa no Estado. 

As discussões entre o Governo do Estado e a companhia chinesa começaram em março deste ano, com a missão do presidente da APD, Adalberto Netto, à China. Em junho, executivos da Foton estiveram no Paraná para conhecer os potenciais parceiros no Estado e foram recebidos pelo governador Beto Richa. 

ENERGIA: A última reunião de negócios aconteceu na sexta-feira (16). Beto Richa e o presidente da Companhia Paranaense de Energia (Copel), Luiz Fernando Leone Vianna, discutiram com os diretores da estatal chinesa de energia State Grid, a maior empresa de transmissão do mundo, a possibilidade de desenvolver novos projetos conjuntos. 

Copel e State Grid já atuam em parceria em três grandes projetos de transmissão de energia no Brasil, com investimento total de R$ 3,6 bilhões. As novas parcerias contemplariam projetos de geração de energia, como a construção de usinas hidrelétricas e termoelétricas, além de novos projetos de transmissão. 

No mesmo dia, o governador também ministrou uma palestra para empresários chineses na sede da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex Brasil), em Pequim. Ele mostrou um panorama da economia nacional e apresentou as vantagens de investir no Paraná. 

COOPERAÇÃO: A agenda internacional também rendeu ao Paraná um acordo de cooperação com a província chinesa de Anhui, firmado na quarta-feira (14). O documento foi assinado pelo governador Beto Richa e pela vice-governadora Anhui, Hua Jianhui, em solenidade na capital da província, Hefei, com a participação do secretário do Comitê Provincial de Anhui, Wang Xuejun, a maior autoridade do governo de Anhui. 

O acordo prevê ações estratégicas nas áreas da educação, inovação, transporte urbano, energia e agricultura. A cooperação entre os dois governos deve, também, acelerar a implantação de várias frentes de trabalho e promover encontros com as empresas de Anhui que contam com projetos imediatos para o Brasil. Um dos objetivos da missão é fortalecer as relações internacionais do Paraná. 

DIPLOMACIA: No início da missão, Richa e a secretária de Estado do Trabalho e Desenvolvimento Social, Fernanda Richa, também se encontraram com o vice-prefeito de Xangai, Zhou Bo, com a participação da cônsul do Brasil em Xangai, Ana Cândida Perez. O encontro aconteceu na segunda-feira. 

Em Pequim, eles foram recepcionados, na quinta-feira, pelo novo embaixador brasileiro na China, Roberto Jaguaribe. O governador e a secretária foram as primeiras autoridades recebidas pelo embaixador, que assumiu o posto semana anterior, depois de comandar por cinco anos a embaixada do Brasil na Inglaterra. 

Fernanda Richa também visitou, na quarta-feira, a Hefei Social Welfare Center, entidade localizada na cidade de Hefei, capital da província chinesa de Anhui. O local acolhe cerca de 500 crianças e adolescentes com deficiência física ou mental. Ela conheceu experiências que podem ser replicadas pelo Governo do Paraná no atendimento de pessoas com deficiência. 

RESULTADOS: As viagens anteriores do governador Beto Richa a países como França, Rússia e China renderam frutos para o Estado na forma de novos investimentos, parcerias estratégicas e suspensão de embargos à carne paranaense. Somente em investimentos produtivos e em parcerias estratégicas, os recursos somam mais de R$ 5,7 bilhões. 

Na Rússia, estão previstas reuniões com diretores do VneshEconomBank (VEB), o banco de desenvolvimento russo, e com representantes da empresa de energia russa Gazprom, que é a maior exportadora de gás natural do mundo. Está programada, ainda, uma visita à sede da produtora de fertilizantes Uralkali. A comitiva também irá à sede da empresa de aviação Inkurt Aviation. 

Na sequência, Richa irá também à França, onde se encontrará com o presidente da fabricante de veículos elétricos para o transporte público NTL, Olivier Bachelet. No encontro, o governador irá conhecer as linhas operadas pela NTL, com o objetivo de buscar soluções para o transporte públicos das cidades do Paraná.

AEN

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios