Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

O papel da imprensa livre como parte da democracia foi lembrado por vários senadores ontem (1°), data em que é comemorado o Dia da Imprensa no Brasil. A data, instituída por lei em 1999, celebra a primeira publicação do jornal Correio Braziliense, em 1808. Pelas redes sociais, parlamentares lamentaram recentes ataques a jornalistas e ressaltaram o papel dos jornalistas no combate às notícias falsas.

“Hoje (01/06) é o Dia da Imprensa. Infelizmente, não há muito o que comemorar. Esses profissionais, tão importantes para a nossa democracia, têm sofrido diferentes tipos de agressões. A estes profissionais: nossa luta em defesa dos seus direitos sempre permanecerá!”, afirmou o líder da oposição, senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), pelo Twitter.

Na mesma linha, Fabiano Contarato (Rede-ES) lamentou as agressões sofridas por profissionais. “Hoje é Dia da Imprensa. Infelizmente, os profissionais da área têm pouco a comemorar. Estão sendo atacados moral e fisicamente, inclusive, por apoiadores de um governo que dissemina ódio. Deixo meu agradecimento e solidariedade a todos que lutam a favor da informação isenta”, disse o senador.

Radialista, o senador Plínio Valério (PSDB-AM) cumprimentou os profissionais da imprensa e disse ser necessário combater a intolerância. “Desejo que tenham todas as condições de trabalho para levar boas notícias para a população e as ruins, também necessárias. Combatam o radicalismo e intolerância de onde vierem. Acima de tudo, levem a esperança”, escreveu o senador pela rede social.

Fake News

O papel dos jornalistas no combate à desinformação disseminada em notícias falsas também foi lembrado por vários senadores. Para o líder do DEM, senador Rodrigo Pacheco (DEM-MG), a informação de qualidade precisa ser valorizada como forma de fortalecer a democracia.

“Em meio a tanta desinformação provocada pelas odiosas fake news, valorizar a informação de qualidade, apurada com método e responsabilidade, é um esforço vital para o fortalecimento da nossa democracia. Parabéns a todos os profissionais da imprensa pelo trabalho desempenhado”, afirmou o senador, que também destacou o papel da imprensa de fiscalizar o Estado.

Zenaide Maia (Pros-RN) ressaltou que jornalistas não são inimigos. “Valorizar a imprensa, respeitar os profissionais que dedicam as suas vidas a informar as pessoas e combater as fake news são passos civilizatórios importantes e urgentes no Brasil e no mundo”.

O senador Jader Barbalho (MDB-PA) concorda. Para ele, é dever das democracias defender a liberdade de imprensa. “Minha homenagem aos profissionais que realizam diariamente uma imprensa livre e responsável, sem fake news”, disse o senador, também pelas redes sociais.

Paulo Rocha saudou os profissionais livres, competentes e responsáveis e também destacou o papel dos jornalistas em tempos de disseminação de notícias falsas. “Em época de governo de fake news, o jornalismo profissional ajuda a salvar vidas e o país”, publicou o senador.

Liberdade

Sérgio Petecão (PSD-AC) também homenageou os profissionais. “A imprensa é fundamental na sociedade industrial e da informação. Por isso, preservar a liberdade de expressão e de imprensa é um dever de todas as democracias. Quando mencionamos ‘imprensa' estamos incluindo os jornais e revistas, rádio e televisão”, explicou.

Ao lembrar a data no Twitter, Rose de Freitas (Podemos-ES) afirmou que não há democracia sem imprensa livre. Assim como ela, Confúcio Moura (MDB-RO) disse que a liberdade de imprensa é uma das principais ferramentas da democracia. “Nada é  mais democrático que a imprensa livre”, publicou.

O líder do PSB, senador Veneziano Vital do Rêgo (PSB-PB), também homenageou os profissionais da imprensa pela data: “Minha homenagem a esses valorosos profissionais que compõem a nossa imprensa paraibana e brasileira, em forma de reconhecimento à sua importância; e de solidariedade, pelo momento tão delicado por que passam”.

Agência Senado

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios