Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

IFs também poderão criar unidades descentralizadas nos Territórios da Cidadania

No contexto da terceira fase de ampliação da Rede Federal de Educação Profissional, Científica  e Tecnológica, a presidenta Dilma Roussef anunciou, ontem (16), a criação de mais sete câmpus para o Instituto Federal do Paraná (IFPR). Receberão as novas unidades os municípios de Pitanga, Cascavel, União da Vitória, Capanema, Pinhais, Colombo e Jaguariaíva. A consolidação das novas unidades está prevista para ocorrer nos próximos três anos. 

Cada uma dessas prefeituras têm 150 dias para comprovar que está apta a receber o câmpus, informando as contrapartidas necessárias, que incluem, entre outros itens, a transmissão da posse de terreno de, pelo menos, 60 mil m². Caso os requisitos mínimos não sejam apresentados, os recursos  para a criação do(s) câmpus serão repassados a outros municípios. 

Cada uma das novas unidades receberá do Ministério da Educação (MEC) a estrutura mínima para o seu funcionamento: 60 professores, 45 técnicos administrativos e os recursos necessários para a implantação, cargos e funções. 

 “A expectativa é a de que até 2014 tenhamos, no total, 20 câmpus funcionando com toda a capacidade”, afirma o reitor do IFPR, Irineu Colombo. 

Unidades Descentralizadas

Os institutos federais poderão ainda criar unidades descentralizadas, localizadas nos territórios da cidadania. Cada unidade terá em torno de 20 professores e cinco técnicos administrativos e ofertará, prioritariamente, cursos de Formação Inicial e Continuada (FIC), que são voltados à capacitação profissional; cursos na modalidade de Educação à Distância (EAD) e cursos técnicos concomitantes ao Ensino Médio, modalidade pela qual os alunos recebem formação profissional no contraturno escolar. 

No Paraná, o primeiro território a ser contemplado com uma unidade descentralizada será o da região da Cantuquiriguaçu, que reúne 20 municípios do Médio Centro Oeste do Paraná. 

Expansão dos institutos e universidades federais

A expansão anunciada nesta terça-feira prevê a implantação de 120 unidades dos institutos federais até 2014. Outros 88 câmpus, já em construção, deverão ser entregues até o final de 2011, totalizando 208 novas unidades nos próximos três anos. 

Também na terça, foi anunciada a criação de mais quatro universidades federais e 47 câmpus universitários. Duas dessas novas universidades serão no estado da Bahia; uma no Ceará e outra no Pará. 

Painel Público

No site do Ministério da Educação foi criado um espaço que reúne diversas informações sobre a expansão dos institutos e universidades federais. O painel público pode ser acessado pelo  link http://portal.mec.gov.br/expansao/   

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios