Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

AEN

As universidades estaduais do Paraná vão receber, nos próximos três anos, R$ 73 milhões da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), para aplicação em bolsas de pós-graduação e pós-doutorado. O convênio de cooperação técnica foi assinado pelo governo por meio da Fundação Araucária, que vai entrar com contrapartida, segundo explica o secretário da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Alípio Leal.

O investimento da Capes equivale a 2,8 vezes o valor a ser investido pelo Estado. “A contrapartida do Paraná é louvável”, afirma o coordenador da Capes, Manoel Cardoso. “Revela o entendimento que este governo tem da importância do ensino superior e da inovação, na busca do desenvolvimento”, diz.

Os recursos serão investidos durante três anos. O lançamento dos três primeiros editais foi feito na sexta-feira (22). Destinam-se à compra e manutenção de equipamentos; 80 bolsas de mestrado e 60 de doutorado por ano; e 60 bolsas para o pós-doutorado. A Fundação Araucária complementará o valor das bolsas da Capes, que será elevado de  R$ 1.350,00 para R$ 1.650,00, no caso de mestrado; a de doutorado, de R$ 2 mil para R$ 2,5 mil; e a de pós-doutorado, de R$ 3,3 mil para R$ 5 mil, durante 36 meses.

“Esta é uma grande oportunidade que a Capes dá ao Paraná”, diz o presidente da Fundação Araucária, Paulo Brofmann. Segundo ele, desde 2005 não havia cooperação entre as duas entidades. Na opinião do coordenador da Capes, o sistema de pós-graduação no Paraná “está bem, mas poderia estar melhor”. Os recursos que a entidade aplica no Estado pretendem justamente preencher esta lacuna.

As bolsas e equipamentos destinam-se a todas as áreas do conhecimento.

O lançamento dos editais foi acompanhado pela reitora da Universidad Nacional de Santiago del Estero, da Argentina, Natividad Nassif, e pelo responsável pelos cursos de Ciências Exatas e Tecnologia daquela universidade, Héctor Rubén Paz. Eles visitam entidades paranaenses em busca de modelos de inovação tecnológica.

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios