Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

O Grupo de Trabalho para Enfrentamento ao Crack e outras Drogas (GT-Drogas), ligado à Secretaria de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, vai realizar um censo inédito sobre o uso de substâncias psicoativas em todas as universidades e faculdades estaduais. O projeto foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa Envolvendo Seres Humanos (CEP) da Universidade Estadual de Londrina (UEL). 

O objetivo da pesquisa é identificar as circunstâncias em que o consumo de drogas pela comunidade acadêmica acontece, além de apontar os impactos do problema. Grande parte do estudo será desenvolvida via internet, garantindo sigilo, segurança, rapidez e redução de custos no processamento de dados. 

Os questionários deverão ser aplicados no mês de outubro. A iniciativa vai abranger aproximadamente 100 mil pessoas, entre todas as faculdades e universidades estaduais do Paraná. 

Criado em 2010 pela Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, o GT-Drogas conta com representantes de todas as instituições estaduais de ensino superior. No primeiro semestre deste ano, os participantes foram divididos em três grupos: pesquisa, aplicação e publicidade.

(AEN/PR)

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios