Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Após dois meses de intensas negociações, SINPRO e SINEPE acordaram reajuste de 7% nos salários dos professores de toda a rede particular de ensino do Norte do Paraná, que abrange 59 cidades. Esse aumento é válido para quem ganha acima do piso da categoria.

Já o piso salarial da categoria saltou de R$520,00 para R$605,00 reais, um reajuste de 16,4%  e ganho real de quase 10%, já que a inflação do período foi de 6,36%.

A proposta inicial das escolas era de apenas 6,36%, índice do INPC de março de 2010 a fevereiro de 2011, mas a assembleia dos professores recusou a proposta.

O SINPRO iniciou articulação para uma grande mobilização na frente das escolas de Londrina e região. “Felizmente, chegamos a um acordo, pondo fim a essa possibilidade bastante real de partirmos para um enfrentamento que envolveria pais e alunos, principais interessados em ver as escolas valorizando seus professores”, afirmou Eduardo Nagao, presidente do SINPRO.

O aumento vale por um ano e é retroativo à data-base, 1º de março.

(Emilia Miyazaki/Asimp)

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios