Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

No dia seis de maio os tucanos terão novo presidente no Paraná. E sobrou para o jovem deputado Paulo Litro, 27 anos, que está em seu segundo mandato. Com a decadência do líder do partido, ex-governador Beto Richa e com a desistência do atual presidente em exercício do partido, Ademar Traiano, de concorrer à presidência, não restou outra alternativa a não ser a de convocarem Paulo Litro, que gostou da ideia e já se apresentou como candidato.

Em entrevista à repórter Francyelli Azevedo, o parlamentar disse que o partido precisa passar por uma renovação para se reorganizar e voltar a assumir um papel de protagonista no Estado. Paulo Litro afirma que a ideia é recuperar o partido. “A nossa ideia é ter uma alternância no comando do PSDB, com renovação, novas ideias e novos projetos. Entendemos que, apesar do PSDB ter tido um encolhimento, é um partido que continua grande e já deu muita contribuição ao Paraná. Nós precisamos resgatar o protagonismo que o PSDB já teve”, disse.

Na última eleição, o PSDB perdeu força, principalmente em reflexo aos escândalos envolvendo o ex-governador do Paraná, Beto Richa. Embora o presidente da Assembleia Legislativa ainda seja o tucano Ademar Traiano, o partido tem apenas três deputados na Casa de Leis paranaense: além de Traiano e Litro, completa a lista o deputado Michele Caputo Neto. Na legislatura passada eram seis deputados.

Já na Câmara Federal, o PSDB não elegeu nenhum deputado federal. Na legislatura passada eram três parlamentares.

(Fonte: Pedro Ribeiro - Paraná Portal)

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios