Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

AEN

O governador Beto Richa assinou ontem (15) decreto que autoriza a contratação de 42 professores para o curso de Medicina da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG). Com a contratação – que acontecerá nos próximos dias – o governo dobra o número de docentes para o curso. Atualmente 40 professores lecionam Medicina na instituição.

“Mais um compromisso honrado por nosso governo, que cumpre seu papel garantindo qualidade no ensino superior do Paraná”, afirmou Beto Richa. Dos 42 profissionais, 17 serão chamados de concursos públicos vigentes. Os demais serão contratados em regime temporário de um ano, prorrogáveis pelo mesmo período, como previsto no decreto que criou o curso de Medicina na instituição.

O secretário estadual da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Alípio Leal, disse que as contratações foram autorizadas para não prejudicar os estudantes que esperam pelo início do quinto ano.

Lei de Responsabilidade
 
As vagas para os novos professores são oriundas de profissionais já falecidos, aposentados ou que estão em processo de aposentadoria. “Desta forma, não há risco das novas contratações afetarem a Lei de Responsabilidade Fiscal, pois está tudo dentro da lei”, explica o secretário chefe da Casa-Civil, Reinhold Stephanes.

“Um curso de uma importância como este não poderia parar em seu quarto ano. Analisamos o quadro do ensino superior e encontramos as vagas necessárias para os novos professores”, informou.

Curso
 
A primeira turma de medicina da UEPG – que iniciou regularmente os estudos em 2009 – chega neste mês ao quinto período, com a garantia de professores em regime de internato para atendê-los.

No quinto período o aluno de medicina passa a contar com docentes especializados, que acompanham os alunos em aulas práticas em hospitais, clínicas e ambulatórios. Atualmente, cerca de 200 alunos cursam medicina na UEPG.

A partir da contratação e nomeação, os professores convocados terão um prazo para apresentação de documentos, realização de exames e integração às atividades didático-pedagógicas do curso. Com isso, a coordenação do curso prevê o início das aulas para o próximo dia 29 de julho, para todas as séries (1º ao 5º ano).
 
 

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios