Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Governador Beto Richa, em solenidade na UTFPR (Foto: AEN/PR)O governador Beto Richa disse nesta sexta-feira (17), em Londrina, na entrega das novas instalações da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), que a soma de esforços dos governos estadual e federal, dos deputados estaduais e federais, e principalmente dos servidores públicos é fundamental para atingir o objetivo de garantir a melhoria da qualidade de vida dos paranaenses e avançar em áreas como a educação.

“A educação é nossa prioridade. Já demonstramos isso na prefeitura de Curitiba e vamos unir esforços para avançar em todo o Paraná, melhorando a infraestrutura das escolas, valorizando os profissionais da educação e investindo em materiais didáticos e novas tecnologias’, disse Richa. “Para isso é muito importante haver determinação, diálogo e entendimento. Assim vamos avançar mais rápido no menor espaço de tempo possível”, afirmou.

A universidade investiu R$ 1,7 milhão na construção de um laboratório de geoprocessamento, um hotel tecnológico e o Bloco E, que abrigará novas turmas e cursos do campus Londrina, que hoje abriga 900 alunos. Os novos investimentos permitirão implantar os cursos de tecnologia de alimentos, engenharia ambiental e engenharia de materiais e o curso técnico em controle ambiental.

O Governo do Paraná destinou R$ 600 mil à instituição, por meio da Secretaria da Ciência e Tecnologia e Ensino Superior, para a instalação do novo laboratório e do hotel tecnológico. O investimento faz parte de um projeto de cooperação para estimular a inovação e o ensino tecnológico, além de descentralizar e expandir a capacitação técnica no nível médio.

O hotel tecnológico funcionará como uma pré-incubadora dentro da UTFPR, abrigando projetos de empresas de base tecnológica e tecnologia assistida por até dois anos. No momento há três empresas em processo de incubação e até o final do ano outros três projetos serão iniciados.

COLÉGIO DA POLÍCIA MILITAR – O governador anunciou que o Colégio Rio Branco será transformado em Colégio da Polícia Militar, a partir do próximo ano. A medida teve o pleno apoio da comunidade, que foi consultada em audiência pública, e também tem o endosso da Secretaria da Segurança. Um dos autores da iniciativa foi o deputado federal Alex Canziani.

“Nos empenhamos muito pela transformação do Colégio Rio Branco em Colégio Militar porque acreditamos que isso vai trazer um grande ganho de qualidade para nossa instituição, que é muito conceituada em Londrina e tem ótima avaliação no Ideb”, disse a diretora Marilena Dias de Matos.

A mudança e os procedimentos serão graduais. As séries regulares serão extintas à medida que os alunos concluírem o ensino médio. Hoje o Colégio Rio Branco tem 900 alunos que frequentam o fundamental (da 5ª à 8ª série) e o médio. Não haverá prejuízo à oferta de vagas nos ensinos médio e fundamental para os estudantes da região.

O evento teve a presença do reitor da UTFPR, Carlos Eduardo Cantarelli; do diretor do campus de Londrina, Marcos Massaki Imamura; do deputado federal Alex Canziani, responsável por uma emenda ao orçamento federal que destinou R$ 1 milhão para as obras na instituição; do secretário da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Alípio Leal; do secretários de Estado da Fazenda, Luiz Carlos Hauly; e do procurador-geral do Estado, Ivan Bonilha, além de alunos da universidade e do Colégio Estadual Rio Branco.

CONVÊNIOS – Além da inauguração das novas instalações da UTFPR, o governador está na região para entregar uma nova trincheira sobre a linha férrea no município de Cambé. Na passagem pela região Norte, Richa assinará convênios com prefeituras para a construção de 604 unidades habitacionais e entregará 19 veículos para unidades da Polícia Militar responsáveis pela segurança pública em municípios da região de Londrina. (AEN/PR)

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios